Telecomunicações

Como o 5G pode ajudar a salvar vidas depois de um acidente de carro

IMG_2507

A dona do Meo realizou um simulacro em Aveiro, no Altice Labs, para testar o uso do 5G em situações de emergência.

Um acidente de carro. Uma vítima encarcerada, mas consciente. Local: Altice Labs, em Aveiro. Motivo? Testar o uso da tecnologia 5G em operações de socorro.

Às 15h16 um carro da polícia deteta um carro acidentado com uma vítima encarcerada. Começa o simulacro do 5G, com equipas médicas e bombeiros a socorrer a vítima no local, com a operação a ser acompanhada no ‘posto de comando’ na Altice Labs por equipa que não só seguiam à distância o desencarceramento, através das câmaras colocadas nos uniformes das equipas de socorro e viaturas que transmitiam vídeo através do 5G, como conseguiam monitorizar os sinais vitais da vítima, podendo propor diagnóstico, bem como melhor acompanhamento da vítima até ao hospital.

No simulacro estiveram envolvidos a Câmara Municipal de Aveiro, a Polícia de Segurança Pública, as duas corporações de Bombeiros Voluntários de Aveiro, o Centro Hospitalar do Baixo Vouga e o Centro de Saúde Militar de Coimbra. Um total de 18 pessoas estiveram envolvidas neste simulacro.

O objetivo da demonstração foi mostrar como se poderá – no futuro e com o 5G – aumentar a eficácia em situações reais, neste caso do socorro, através da utilização de vários equipamentos que fornecem imagens do local do acidente, com recurso a um drone (criado para o efeito e, nesta fase, com capacidade para 15 minutos de voo), com uma câmara acoplada para transmitir o vídeo da operação em tempo real. Algo possível graças à baixa latência, débito superior e novas funcionalidades de rede 5G.

Desde 2017 que, em parceria com a Ericsson, a dona do Meo tem no Altice Labs um laboratório de 5G para testar a tecnologia. Neste recente está instalada uma das torres 5G, algo possível usando uma das frequências cedidas pelo regulador Anacom para a realização de testes.

Hoje a operadora colocou em marcha a primeira fase da rede experimental 5G em Aveiro, iniciativa que se enquadra nos objetivos do projeto Aveiro STEAM City, da Câmara Municipal de Aveiro, que tem a ambição de ser uma das primeiras cidades portugueses a ter cobertura 5G até 2020, tal como foi definido pela Comissão Europeia que pretende que até a essa data exista, em cada país membro, pelo menos uma cidade com cobertura 5G. Esta rede será alargada, ainda este mês, ao Parque das Feiras e Exposições de Aveiro, durante o TechDays’s 2019 e, mais tarde, ao centro da cidade.

Entretanto, a Altice indicou no mesmo evento que o 5G em Portugal está atrasado em relação à Europa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Assembleia da República. Fotografia: António Cotrim/Lusa

Gestores elegem medidas para o novo governo

TVI

Cofina avança com OPA sobre 100% da Media Capital por 180 milhões

Entrevista DV/TSF com secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.
Fotografia: PAULO SPRANGER/Global Imagens)

Ana M. Godinho: “É preciso um compromisso de valorização e subida de salários”

Outros conteúdos GMG
Como o 5G pode ajudar a salvar vidas depois de um acidente de carro