aviação

Companhia aérea ‘low-cost’ irlandesa declara falência

Primera_Air_737-7Q8_TF-JXG

A Primera Air ligava os países nórdicos a destinos na Europa, incluindo Portugal.

A companhia aérea de baixo custo Primera Air deixou de operar na segunda-feira, declarando falência. A transportadora irlandesa ligava os países nórdicos a destinos na Europa, incluindo Portugal.

A situação financeira da Primera Air deteriorou-se devido a “vários acontecimentos infelizes e imprevistos nos últimos dois anos, nomeadamente a perda de uma avião causado por problemas de corrosão e por atrasos na entrega da nova frota de Airbus 321 neo”, refere a companhia em comunicado divulgado pelo jornal Opção Turismo.

“Perante a incapacidade de chegar a uma acordo com o nosso banco para um financiamento ponte, não temos outra opção senão abrir falência”, explica.

A companhia irlandesa tinha sedes em Copenhaga e em Riga e ligava o norte da Europa a 40 destinos, nomeadamente Lisboa e Faro. Recentemente tinha anunciado a intenção de voar para os Estados Unidos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
psp

Governo prevê poupar 3 milhões com fardas de militares e polícias

António Costa, primeiro-ministro, e Mário Centeno, ministro das Finanças. Fotografia: Maria João Gala / Global Imagens

Gastos com gabinetes sobem quase 2%

Pequim gostaria de trabalhar com Washington

Portugal e China discutem comércio e investimento em Pequim

Outros conteúdos GMG
Companhia aérea ‘low-cost’ irlandesa declara falência