aviação

Companhia aérea ‘low-cost’ irlandesa declara falência

Primera_Air_737-7Q8_TF-JXG

A Primera Air ligava os países nórdicos a destinos na Europa, incluindo Portugal.

A companhia aérea de baixo custo Primera Air deixou de operar na segunda-feira, declarando falência. A transportadora irlandesa ligava os países nórdicos a destinos na Europa, incluindo Portugal.

A situação financeira da Primera Air deteriorou-se devido a “vários acontecimentos infelizes e imprevistos nos últimos dois anos, nomeadamente a perda de uma avião causado por problemas de corrosão e por atrasos na entrega da nova frota de Airbus 321 neo”, refere a companhia em comunicado divulgado pelo jornal Opção Turismo.

“Perante a incapacidade de chegar a uma acordo com o nosso banco para um financiamento ponte, não temos outra opção senão abrir falência”, explica.

A companhia irlandesa tinha sedes em Copenhaga e em Riga e ligava o norte da Europa a 40 destinos, nomeadamente Lisboa e Faro. Recentemente tinha anunciado a intenção de voar para os Estados Unidos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Dos blueprints  dos primeiros automóveis, ao topo dos carros elétricos atuais, de elon Musk, em homenagem, a Nikolas Tesla.
Ilustração: VITOR HIGGS

Automóvel. Em 20 anos do euro mudou tudo, menos a carga fiscal e o líder

João Vieira Lopes, presidente da Confederação do Comércio e Serviços.
(Jorge Amaral/Global Imagens)

Vieira Lopes: “Metas do governo são realistas mas é preciso investimento”

A EDP, liderada por António Mexia, vai pagar o maior cheque de dividendos da bolsa nacional.

PSI20. Menos lucros mas o mesmo prémio aos acionistas

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Companhia aérea ‘low-cost’ irlandesa declara falência