IBM Think

Compta vence competição mundial do supercomputador Watson

A vitória antecedeu o início do evento anual IBM Think
A vitória antecedeu o início do evento anual IBM Think

Grupo português convenceu juri com uma solução de deteção de incêndios alimentada a inteligência artificial

Será a “primeira solução mundial” a usar inteligência artificial para a deteção de fogos e foi desenvolvida em Portugal. A Bee2FireDetection Powered by Watson AI, da Compta Emerging Business, venceu a final da competição Watson Build em São Francisco, batendo concorrentes dos quatro cantos do mundo.

Ou sete, já que foram estas as regiões estabelecidas para a competição: Ásia-Pacífico, Europa, China, Japão, América Latina, Médio Oriente-África e América do Norte. A Compta Emerging Business representou a Europa e saiu mesmo vencedora.

A utilização da inteligência artificial do supercomputador Watson na solução Bee2FireDetection é algo “altamente inovador”, disse ao Dinheiro Vivo o responsável de desenvolvimento de negócio internacional da Compta Emerging Business, Vasco Correia. “Não é só a deteção de fogos”, avançou. “Nós conseguimos imediatamente estimar como é que o fogo vai evoluir, o perímetro e a velocidade, portanto a tendência de evolução do fogo, e damos recomendações às equipas de combate”, explicou.

No palco do IBM Partnerworld, que decorreu antes do início do evento anual IBM Think, a equipa do grupo Compta demonstrou a solução durante 15 minutos e convenceu toda a gente. Não apenas o juri que lhe atribuiu a vitória, mas também de potenciais clientes e parceiros. “Gerou-se uma onda”, descreveu Vasco Correia, adiantando que foram “muitos” os contactos que se seguiram à distinção. Esta semana, a equipa da Compta já tem várias reuniões agendadas com vista a novos acordos, incluindo com a administração pública norte-americana. A solução da empresa portuguesa chega numa altura em que a Califórnia ainda está a braços com os esforços de recuperação após os incêndios mais mortíferos e destrutivos de sempre, em outubro de 2018.

“O nosso principal objetivo é o mercado da América do Norte, depois o Europeu – incluindo Portugal – e depois Austrália, por esta ordem”, referiu Vasco Correia. A empresa já tem alinhavados os testes em ambiente real com dois clientes, um em Portugal e outro no Brasil, na floresta amazónica, e vai lançar a solução para o mercado no final do segundo trimestre deste ano. Estará disponível globalmente através da IBM Cloud.

Como funciona

O uso de tecnologia para a deteção de fogos evoluiu bastante nas últimas décadas, mas nenhum sistema foi ainda capaz de mitigar as temporadas de incêndios que afligem pontos específicos do globo, como Portugal e a Califórnia. Ao contrário de outras propostas, a Bee2FireDetection Powered by Watson AI não utiliza sensores da Internet das Coisas ou outros novos dispositivos. “A solução é disruptiva porque usamos câmaras de videovigilância normais e dotamos essas câmaras com inteligência artificial”, sublinha Vasco Correia.

As câmaras conectam-se ao serviço e as imagens são processadas pelo supercomputador Watson, numa espécie de centro de controlo inteligente que não precisa de centenas de agentes a olhar para os ecrãs. As previsões de evolução do fogo são feitas com base nos algoritmos desenvolvidos pela Compta e alimentados pela informação da The Weather Company, que pertence à IBM, com dados sobre o terreno, topografia, vegetação e velocidade do vento.

Para chegar a esta solução, a equipa portuguesa treinou o supercomputador Watson durante mais de um ano, ensinando-lhe a identificar situações de fogo e não fogo. “O índice de falsos alarmes será bastante baixo, muito inferior ao que conseguimos obter com outras tecnologias”, disse o responsável.

A vitória no Watson Build indica que o resultado é mesmo diferenciador. Uma distinção que “traz visibilidade global através do canal da IBM, que é algo muito importante, reconhecimento e muita motivação.” A solução da Compta Emerging Business superou mais de 400 candidaturas de todo o mundo e mais de 230 concorrentes europeias. A competição não tem um prémio monetário, mas catapultou a Compta para a ribalta da inteligência artificial. E essa visibilidade, diz Vasco Correia, “vale mais que qualquer cheque.”

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: direitos reservados

RGPD. Um ano depois, mercado português pede maturidade e legislação

Certificados

Famílias investiram uma média de 3,3 milhões por dia em certificados este ano

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (C), durante a cerimónia militar do Instituto Pupilos do Exército (IPE), inserido nas comemorações do 108.º aniversário da instituição, em Lisboa, 23 de maio de 2019.  ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Marcelo: “Quem não for votar, depois não venha dizer que se arrepende”

Outros conteúdos GMG
Compta vence competição mundial do supercomputador Watson