Alimentação

Concorrência aprova compra da Go Natural pela Sonae

Dona do Continente aposta em alimentação saudável. Fotografia: DR
Dona do Continente aposta em alimentação saudável. Fotografia: DR

Criada em 2004, a marca Go Well opera 22 restaurantes especializados e localizados em centros comerciais

A Autoridade da Concorrência (AdC) aprovou a compra pela Sonae de mais de metade do capital da operadora de restaurantes Go Natural, especializada em alimentação saudável, segundo um aviso publicado.

A operação de concentração em causa consiste na aquisição do controlo conjunto, pela sociedade gestora de participações sociais (SGPS) Sonae MC – Modelo Continente e pela Imospel – Compra e Venda de Imóveis, sobre a Go Well – Promoção de Eventos, Catering e Consultoria.

A decisão do Conselho da AdC foi tomada na passada sexta-feira, justificando-se a luz verde à operação com o facto de não ser “suscetível de criar entraves significativos à concorrência efetiva” nos mercados em causa, lê-se no aviso publicado na página de internet da AdC.

Criada em 2004, a marca Go Well opera 22 restaurantes especializados e localizados em centros comerciais, tendo registado em 2015 um volume de negócios de 6,4 milhões de euros.

No início de dezembro, quando anunciou o acordo de aquisição de uma posição maioritária na Go Natural, a Sonae explicou que a aquisição “vai permitir à unidade de retalho alimentar da Sonae reforçar a sua aposta na oferta de soluções adaptadas ao estilo de vida saudável e à Go Natural alavancar novas oportunidades de crescimento”.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Trump Xi China

Trump ameaça China. “Não precisamos deles, esta é uma grande oportunidade”

Emmanuel Macron, presidente francês. Fotografia: Direitos Reservados

Fogos na Amazónia: França e Irlanda ameaçam bloquear acordo com Mercosul

O ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, intervém durante uma conferência de imprensa para fazer o ponto de situação sobre a crise energética, no Ministério do Ambiente e da Transição Energética, em Lisboa, 13 de agosto de 2019. JOÃO RELVAS / LUSA

Ministro do Ambiente: “Há cada vez mais condições” para que greve não aconteça

Outros conteúdos GMG
Concorrência aprova compra da Go Natural pela Sonae