Constructel Visabeira anuncia conclusão de investimento da Goldman Sachs de 200 milhões de euros

Empresa, que diz ser líder no fornecimento de serviços nos setores das telecomunicações e energia, está presente em Portugal, França, Reino Unido, Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Itália, Espanha, Irlanda e Estados Unidos da América.

A Constructel Visabeira, subsidiária da multinacional portuguesa da Visabeira, anunciou esta sexta-feira a conclusão do investimento pela Goldman Sachs Asset Management de 200 milhões de euros na empresa, ficando com uma posição minoritária, após as aprovações regulamentares necessárias.

"A 20 de outubro de 2021, a Goldman Sachs concordou em investir 200 milhões de euros para aumento de capital na Constructel Visabeira, obtendo uma participação minoritária", refere a empresa em comunicado, salientando que "os recursos do investimento serão utilizados principalmente para acelerar o crescimento orgânico e financiar futuras aquisições".

A Constructel Visabeira diz ser líder no fornecimento de serviços nos setores das telecomunicações e energia, com mais de 40 anos de vasta experiência.

"Estamos muito felizes em avançar com o apoio do nosso novo parceiro estratégico e investidor de longo prazo", afirma o presidente executivo da Constructel Visabeira e do grupo Visabeira, Nuno Terras Marques, citado em comunicado.

"Juntos temos a oportunidade de acelerar os nossos planos de expansão orgânica e de M&A [fusões e aquisições] num mercado competitivo e pronto para consolidação", acrescentou.

As capacidades "integradas da Constructel Visabeira e a ampla gama de soluções 'chave na mão' posicionam-na como líder de mercado e o parceiro ideal para operadores internacionais", adianta a empresa, em comunicado.

A empresa está presente em Portugal, França, Reino Unido, Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Itália, Espanha, Irlanda e Estados Unidos da América.

A Alvarium e a Nau Securities atuaram como consultoras financeiras, a Ernst & Young prestou assessoria financeira e tributária e a Vieira de Almeida & Associados prestou orientação jurídica à Constructel Visabeira, adianta.

A Oliver Wyman, a Linklaters e a Deloitte apoiaram a Goldman Sachs na transação e a Sullivan & Cromwell aconselhou a Goldman Sachs em questões relacionadas com o investimento estrangeiro e direito de concorrência.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de