Consumo

Continente vai comprar 150 milhões de euros a produtores dos Açores

Produtos açorianos. Fotografia: D.R.
Produtos açorianos. Fotografia: D.R.

O Continente prevê fazer compras de 150 milhões euros aos produtores açorianos até final de 2016. Em 2015, o valor foi de 138 milhões

O Continente prevê fazer compras de 150 milhões euros aos produtores açorianos até final de 2016. Os produtos adquiridos são maioritariamente de caráter alimentar, como leite, queijos, enchidos e pescado, mas não faltam também os tradicionais chás do arquipélago.

Em 2015, o valor de investimento fixou-se nos 138 milhões, que “se traduzem num significativo apoio à produção nacional e constituem uma oportunidade para os produtores insulares apresentarem a singularidade e qualidade dos seus produtos a todos os portugueses”, refere a empresa em comunicado, lembrando que as lojas Continente dispõem de 140 produtos açorianos, provenientes de 22 produtores regionais.

De acordo com Luís Moutinho, CEO da Sonae MC, “os Açores são uma região muito importante para o Continente e um parceiro de longa data. Temos o prazer de trabalhar com dezenas de produtores açorianos, que nos permitem assegurar aos clientes uma ampla variedade de produtos do arquipélago, com uma qualidade inconfundível. Esperamos aprofundar esta parceria e atingir um volume de compras de compras ainda maior num futuro próximo.”

Para assinalar a parceria existente entre o Continente e os produtores Açorianos, o Governo Regional do Arquipélago instalou uma exposição de produtos regionais nas principais lojas Continente de Portugal Continental, na expectativa de impactar 4,5 milhões de portugueses.

A iniciativa pretende dar a conhecer a diversidade e qualidade dos produtos do arquipélago, no sentido de sensibilizar o consumidor a escolher e consumir “o que é nosso”, e decorre desde 20 de setembro até 3 de outubro.

“Esta parceria é demonstrativa do apoio que o Continente tem dado à produção nacional, nomeadamente, através do Clube de Produtores Continente, que se traduz numa relação de parceria com centenas de produtores, que asseguram o fornecimento de produtos frescos às lojas da marca, em todo o país”, salienta o Continente.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

Foto: D.R.

TAP soma prejuízos de 111 milhões de euros em nove meses

Outros conteúdos GMG
Continente vai comprar 150 milhões de euros a produtores dos Açores