Coronavírus

Empresa da Água de Monchique reforça salários em 10%

Vítor Hugo Gonçalves, CEO da Sociedade das Águas de Monchique. Fotografia: Direitos reservados
Vítor Hugo Gonçalves, CEO da Sociedade das Águas de Monchique. Fotografia: Direitos reservados

A Sociedade da Água de Monchique decidiu “reforçar” todos os vencimentos em 10%, “como forma de reconhecimento pelo altruísmo e pela coragem demonstrada por todos os colaboradores”, em plena epidemia de Covid-19, informou a empresa em comunicado.

“Sabemos que nunca será suficiente para remunerar a vossa coragem e ajuda, mas é mais do que merecido”, afirma Vítor Hugo Gonçalves, CEO da Sociedade da Água de Monchique, numa mensagem enviada aos colaboradores. A Sociedade da Água de Monchique conta, atualmente, com cerca de quatro dezenas de funcionários.

“Como empresa que integra o setor alimentar, temos uma responsabilidade acrescida na medida em que a sociedade precisa de nós para se abastecer, e a água é obviamente um recurso mineral importante. Temos de responder positivamente a este desafio enquanto pudermos e enquanto tivermos força para o fazer. Esta medida visa reconhecer o esforço e o empenho dos nossos colaboradores numa altura difícil e de grande instabilidade”, refere Vítor Hugo Gonçalves.

O CEO da Sociedade da Água de Monchique aproveitou ainda para “agradecer a todos os colaboradores da indústria alimentar – em especial funcionários dos supermercados e das transportadoras – que, nesta altura de crise, desempenham um papel fundamental no abastecimento de bens essenciais ao país”.

A Sociedade da Água de Monchique explora, desde 16 de dezembro de 1992, a concessão pública da água mineral de Monchique.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, João Leão (D), durante o debate e votação da proposta do orçamento suplementar para 2020, na Assembleia da República, em Lisboa, 17 de junho de 2020. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Bruxelas agrava projeção de contração em Portugal para 9,8%

Comissão Europeia, Bruxelas (REUTERS)

Bruxelas revê estimativas. Economia da zona euro deverá recuar 8,7% em 2020

Mário Centeno


TIAGO PETINGA/LUSA

Centeno defende repensar das regras da dívida e do défice na UE

Empresa da Água de Monchique reforça salários em 10%