retalho

Cortefiel prevê 100 novas lojas. Portugal está incluído

Paulo Jorge Magalhães / Global Imagens
Paulo Jorge Magalhães / Global Imagens

Marca abandonou aposta no segmento jovem e voltou a focar-se em moda para adultos

A Cortefiel prevê a abertura de 100 novas lojas em 2017, incluindo em Portugal mas também noutras geografias, segundo o El País.

A marca de roupa decidiu abandonar a aposta no segmento jovem, definida no final de 2015 e que visava aumentar as vendas através do rejuvenescimento dos clientes, devido à pressão de grupos como a Zara, a H&M ou a Primark.

O administrador-delegado da marca espanhola, Jaume Miquel, admitiu que a estratégia “foi um erro”. A marca voltou assim a focar-se no cliente adulto, com cerca de 45 anos, disponibilizando peças mais séries e com melhor qualidade e menor foco no preço.

A mudança de estratégia da Cortefiel e da Pedro del Hierro, o grupo que também gere as marcas Woman’s Secret, Springfield e o outlet Fifty Factory) arrancou em março do ano passado e o impacto já se nova nos números apresentados pela empresa, com um reforço do EBITDA, apesar do impacto dos custos de reorganização.

A facturação do grupo, em 2016, aumentou 3,12% para 1,12 mil milhões de euros, com destaque para os resultados brutos de exploração, que melhorou 6,7%.

O plano para 2017 inclui a abertura de 100 lojas em todo o mundo, entre 50% de franquias e lojas próprias, com especial interesse em Espanha, Portugal, Rússia, os Balcãs e o México.

O grupo, detido por três fundos de investimento, também está em processo de venda, que deverá terminar em março de 2018.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens

CMVM: acesso da CTG a informação na EDP é questão societária

Vieira da Silva, ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social.  Foto: Tiago Petinga/LUSA

Governo aprova aumento extraordinário para 1,6 milhões de pensionistas

Mário Centeno com Pierre Moscovici, comissário europeu da Economia. Fotografia: REUTERS/François Lenoir

Bruxelas quer despesa a travar a fundo no orçamento de 2019

Outros conteúdos GMG
Cortefiel prevê 100 novas lojas. Portugal está incluído