Empresas

Cortiça conquista Natal de Nova Iorque

mala cortiça pelcor

O ponto de venda está enquadrado num espaço multimarcas, instalado no Soho Grand Hotel, uma localização privilegiada em Manhattan

A marca portuguesa de acessórios de cortiça Pelcor garante que o seu primeiro espaço de venda nos EUA, aberto desde Novembro em Nova Iorque, está a ser um sucesso na época de Natal.

As vendas na cidade durante esta época não surpreendem a fundadora e presidente da empresa, Sandra Correia., porque os EUA já eram um dos principais mercados da marca. “Tem sido o nosso mercado de excelência para exportação. Representa cerca de um terço dos resultados da globalidade da marca e sobretudo no comércio ‘online’, em que representa cerca de 60% das vendas”, explicou.

Está a correr muito bem. Vamos inaugurar oficialmente o novo espaço dia 20 de janeiro”, diz a fundadora e presidente da empresa, Sandra Correia.

Até 2018, garante a responsável, o objetivo é abrir duas lojas próprias no país: uma em Nova Iorque e outra em Los Angeles. A Pelcor está presente nos EUA desde 2010, quando foi escolhida pelo Museu de Arte Moderna (MoMA) para apresentar a sua coleção “Cork Your Style”.

“A partir daí o negócio foi-se desenvolvendo e foram aumentando os pontos de venda. Para além da loja no MoMa, contávamos já com diversas lojas multimarcas especializadas”, disse Sandra.

Trinta lojas nos EUA

Neste momento, estão presentes em cerca de trinta lojas em vários estados americanos, com maior incidência na Florida e Califórnia. No ano passado, a empresa sentiu necessidade de criar a PELCOR USA, com um showroom próprio, agentes específicos e um armazém de depósito, com o propósito de minimizar as taxas de importação.

“Como consequência desta procura, torna-se importante na nossa estratégia ter uma presença física da Pelcor neste mercado, uma presença própria. A escolha de Nova Iorque, deve-se ao facto de ser a capital da moda nos EUA e também por ser uma das cidades com maior atrativo turístico, o que permite atuar estrategicamente em duas vertentes: posicionamento e mercado”, explica a responsável.

A nível mundial, os planos passam por um reforço do investimento a oriente. “Tencionamos continuar o investimento na Europa e na Ásia. Este último mercado tem-se vindo a revelar bastante promissor e será o nosso mercado seguinte ao nível de investimento”, explicou a responsável da Pelcor.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
boris johnson brexit

Brexit: Um acordo que responde “às circunstâncias únicas da Irlanda”

Álvaro Santos Pereira, ex-ministro da Economia, na comissão de inquérito do Parlamento sobre as rendas excessivas da eletricidade, Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Álvaro Santos Pereira ataca “corporativismo” de notários, advogados e arquitetos

Álvaro Santos Pereira, ex-ministro da Economia, na comissão de inquérito do Parlamento sobre as rendas excessivas da eletricidade, Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Álvaro Santos Pereira ataca “corporativismo” de notários, advogados e arquitetos

Outros conteúdos GMG
Cortiça conquista Natal de Nova Iorque