Covid-19 leva NOS a encerrar salas de cinema "pelo tempo que se justificar"

Operadora considerou que as medidas atualmente em vigor, de reduzir número de espectadores nas salas, era insuficiente face à pandemia do Covid-19.

A NOS Cinema decidiu encerrar a partir desta segunda-feira as mais de 200 salas de cinema que tem espalhadas pelo país face ao surto de coronavírus. Não há ainda uma data de reabertura dos espaços que permanecerão encerrados "pelo tempo que se justificar". A NOS é a maior operadora de cinemas nacional.

"Face à situação da pandemia Covid-19, a NOS Cinemas decidiu encerrar os 31 complexos de cinemas e as 219 salas em todo o país", informa a operadora.

"Apesar de já estarem em vigor medidas de prevenção que acautelavam a proteção de clientes e colaboradores como, por exemplo, a redução da capacidade das salas em 50% até um máximo de 150 pessoas por sala, a realização de sessões sem lugares marcados e o reforço da limpeza e higienização, a empresa decidiu que o cancelamento é a medida adequada numa fase em que é crítica a permanência em casa das pessoas e das famílias portuguesas", justifica.

"Esta medida entra em vigor hoje, dia 16 de março, e será aplicada pelo tempo que se justificar. A NOS Cinemas continuará a acompanhar o evoluir da situação", diz ainda a empresa.

(em atualização)

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de