Comércio

Coviran abre mais cinco supermercados em Portugal

Nova loja Coviran. Fotografia: Direitos reservados
Nova loja Coviran. Fotografia: Direitos reservados

Com os novos espaços, empresa de distribuição totaliza 288 lojas e 1895 empregos

Nas últimas semanas, a Coviran, que atua como uma cooperativa, abriu cinco novos supermercados em Portugal, nos distritos de Castelo Branco, Guarda e Porto, elevando para 288 o número de lojas no país, com um total de 1895 funcionários.

Quatro das novas aberturas correspondem a um único sócio, Carlos Alfredo Calda, e localizam-se em Proença-a-Nova, Castelo Branco, Vila Franca das Neves e Manteigas. A quinta nova unidade corresponde à sócia Susana Cristina Barbosa, que abriu em Penafiel a sua segunda loja, depois de outra que já tinha em Baltar.

Os cinco espaços, que permitiram a criação de 19 postos de trabalho, passam a usufruir das mesmas condições oferecidas pela Coviran aos 223 sócios portugueses, desde logo, da central de compras e de serviços que a empresa disponibiliza aos seus associados nos dois países ibéricos.

A central de compras e de serviços possibilita que “milhares de pequenos empresários” acedam ” a um amplo portfolio de ferramentas que dão resposta às necessidades de um negócio tão competitivo como este”, lê-se num comunicado da empresa.

Desde 2009 no país, a incorporação de sócios iniciou-se em 2010 e “todos eles encontraram na fórmula Coviran uma solução rentável e de futuro, num momento em que muitas das cooperativas desapareceram” em Portugal, refere ainda a nota enviada à Imprensa.

Para responder ao crescimento, traduzido por lojas em todos os distritos, a empresa criou uma rede logística com base num modelo que pretende ser de “proximidade”. Assim, conta com uma plataforma de distribuição na zona Norte (Vila do Conde), outra na zona Sul (Algoz) e outra em Sintra-Lisboa, onde está instalada a sua sede em Portugal.

No país, a Coviran detém uma quota de mercado de 0,88% na distribuição, mas que se eleva para 2,55% no conjunto dos estabelecimentos inferiores a mil metros quadrados, indica o comunicado.

A empresa fechou 2018 com um total de 3034 supermercados e 2467 sócios retalhistas em Portugal e Espanha, tendo alcançado “1372 milhões de vendas brutas, mais 2,5% do que em 2017”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Vítor Constâncio, fala perante a II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco, na Assembleia da República. TIAGO PETINGA/LUSA

Constâncio: Risco para a estabilidade no crédito a Berardo era “problema da CGD”

Outros conteúdos GMG
Coviran abre mais cinco supermercados em Portugal