transportes

CP muda de presidente. Nuno Freitas é o escolhido do Governo

São carruagens Schindler, como as usadas no serviço Miradouro, que vão reforçar a frota da CP no Norte do país. (Octávio Passos/Global Imagens)
São carruagens Schindler, como as usadas no serviço Miradouro, que vão reforçar a frota da CP no Norte do país. (Octávio Passos/Global Imagens)

Diretor-geral da empresa Nomad Tech é o nome escolhido pelo Ministério das Infraestruturas. Vai liderar o plano de renovação de material da CP.

Nuno Freitas é o novo presidente do conselho de administração da CP – Comboios de Portugal. O atual diretor-geral da empresa Nomad Tech (empresa participada em 35% pela EMEF) foi o nome escolhido pelo Ministério das Infraestruturas para liderar os destinos da empresa pública de comboios, segundo a informação adiantada pelo jornal digital Eco e que o Dinheiro Vivo também já confirmou. A nomeação foi oficializada através de comunicado do Conselho de Ministros.

Carlos Gomes Nogueira terá sido demitido da presidência do conselho de administração. Segundo a informação apurada, não foi apresentada qualquer carta de demissão pelo gestor desta empresa pública. A última aparição pública de Carlos Gomes Nogueira foi na segunda-feira, dia 15, na inauguração da eletrificação dos troços Caíde-Marco e Nine-Viana do Castelo.

A CP vai contar com um conselho de administração praticamente novo: além de Carlos Gomes Nogueira, Sérgio Abrantes Machado também está de saída da empresa pública de comboios. Da anterior equipa, só sobra Ana Malhó, que vai manter-se como responsável financeira.

O novo conselho de administração da transportadora vai passar a ter cinco membros: Pedro Moreira, Pedro Ribeiro e Isabel Ribeiro são os três novos vogais da empresa.

Pedro Moreira, que será o vice-presidente da CP, é o atual diretor da unidade de manutenção de Alta Velocidade (responsável pelos comboios Alfa Pendular) das oficinas da EMEF; Pedro Ribeiro é o responsável pela direção de material da CP no Norte do país, segundo o jornal Público, que avançou com a notícia na passada quinta-feira; a economista Isabel Ribeiro deverá ficar com o pelouro dos recursos humanos.

Os novos nomes para a administração da CP foram escolhidos três semanas depois de o Governo ter aprovado, também em Conselho de Ministros, um plano de investimento na CP e na EMEF válido até 2022. Só na renovação de 70 unidades – entre automotoras, carruagens e locomotivas – serão gastos 45 milhões de euros nos próximos três anos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
(Orlando Almeida / Global Imagens)

Metro de Lisboa investe 114 milhões em novos comboios e sinalização

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas. (Fotografia: Global Imagens)

Governo confirma que está a estudar juntar aeroporto civil à base de Monte Real

Foto: D.R.

“Efeitos definitivos”. Isabel dos Santos sai da Efacec

CP muda de presidente. Nuno Freitas é o escolhido do Governo