transportes

CP muda de presidente. Nuno Freitas é o escolhido do Governo

Baião, 22/05/2019 - Material do comboio turístico do Douro utilizado na quarta-feira junto a Pala. (Octávio Passos/Global Imagens)
Baião, 22/05/2019 - Material do comboio turístico do Douro utilizado na quarta-feira junto a Pala. (Octávio Passos/Global Imagens)

Diretor-geral da empresa Nomad Tech é o nome escolhido pelo Ministério das Infraestruturas. Vai liderar o plano de renovação de material da CP.

Nuno Freitas é o novo presidente do conselho de administração da CP – Comboios de Portugal. O atual diretor-geral da empresa Nomad Tech (empresa participada em 35% pela EMEF) foi o nome escolhido pelo Ministério das Infraestruturas para liderar os destinos da empresa pública de comboios, segundo a informação adiantada pelo jornal digital Eco e que o Dinheiro Vivo também já confirmou. A nomeação foi oficializada através de comunicado do Conselho de Ministros.

Carlos Gomes Nogueira terá sido demitido da presidência do conselho de administração. Segundo a informação apurada, não foi apresentada qualquer carta de demissão pelo gestor desta empresa pública. A última aparição pública de Carlos Gomes Nogueira foi na segunda-feira, dia 15, na inauguração da eletrificação dos troços Caíde-Marco e Nine-Viana do Castelo.

A CP vai contar com um conselho de administração praticamente novo: além de Carlos Gomes Nogueira, Sérgio Abrantes Machado também está de saída da empresa pública de comboios. Da anterior equipa, só sobra Ana Malhó, que vai manter-se como responsável financeira.

O novo conselho de administração da transportadora vai passar a ter cinco membros: Pedro Moreira, Pedro Ribeiro e Isabel Ribeiro são os três novos vogais da empresa.

Pedro Moreira, que será o vice-presidente da CP, é o atual diretor da unidade de manutenção de Alta Velocidade (responsável pelos comboios Alfa Pendular) das oficinas da EMEF; Pedro Ribeiro é o responsável pela direção de material da CP no Norte do país, segundo o jornal Público, que avançou com a notícia na passada quinta-feira; a economista Isabel Ribeiro deverá ficar com o pelouro dos recursos humanos.

Os novos nomes para a administração da CP foram escolhidos três semanas depois de o Governo ter aprovado, também em Conselho de Ministros, um plano de investimento na CP e na EMEF válido até 2022. Só na renovação de 70 unidades – entre automotoras, carruagens e locomotivas – serão gastos 45 milhões de euros nos próximos três anos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Alexandre Fonseca, presidente da Altice Portugal (Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Altice sobre compra TVI. “Estado perdeu 200 milhões num ano”

Alexandre Fonseca, presidente da Altice Portugal (Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Altice sobre compra TVI. “Estado perdeu 200 milhões num ano”

Combustíveis

Petróleo sobe em flecha. “Não haverá impacto perturbador nas nossas algibeiras”

Outros conteúdos GMG
CP muda de presidente. Nuno Freitas é o escolhido do Governo