Coronavírus

CTT lança novos serviços dirigidos às PME que podem criar lojas online

Encomendas

Serviço surge no âmbito de uma parceria com o Governo para apoiar as PME no contexto de pandemia da Covid-19 em Portugal.

Os CTT estão a lançar novos serviços a pensar nas PME. Até 30 de abril, de forma gratuita, os Correios vão ajudar pequenas e médias empresas ligadas ao retalho ou venda de bens físicos a criar lojas online para a venda dos seus produtos. Os Correios criaram ainda condições para que as PME possam aceder ao marketplace Dott, do qual são acionistas juntamente com a Sonae, sem lhes serem cobradas às novas empresas que adiram até ao final de abril.

“Os CTT estão conscientes do papel crítico que desempenham na manutenção de cadeias de comunicação e logística vitais para a economia e a sociedade portuguesa, papel reforçado no atual contexto, apoiando também as empresas na presença nos canais digitais através das suas soluções e serviços”, refere o operador postal.

Neste momento, com o país em Estado de Emergência muitas empresas de retalho estão a deixar apenas o canal digital disponível para a realização de compras.

O serviço Criar Lojas Online surge em cooperação com o Ministério da Economia e Transição Digital, no âmbito das medidas criadas pelo Governo para apoiar as PME ajudando a promover a sustentabilidade do tecido empresarial nacional no contexto de pandemia CoViD-19 em Portugal, informa o operador postal.

Desenvolvido em parceria com a start-up Shopkit, Criar Lojas Online pode ser subscrito no site dos CTT, e permite “a construção de uma loja online de forma simples e intuitiva – aliada a soluções de distribuição CTT.” As empresas não necessitam de conhecimentos técnicos de desenvolvimento de sites, sendo tudo efetuado através de uma interface web intuitiva e amigável. Dispõe de uma linha de apoio técnico por chat, email ou telefone para esclarecimento das dúvidas e suporte no processo de criação da loja”, descreve o operador postal.

“Esta oferta pode ser complementada com os sistemas de expedição dos CTT, com as Soluções de Logística e a oferta de Pagamentos, permitindo às PME ter um único parceiro no seu negócio digital”, refere os CTT.

Ainda no âmbito da parceria com o Governo para apoiar o desenvolvimento das PME no comércio online, os CTT criaram também condições para que as PME possam aceder ao marketplace Dott: as empresas que aderirem ao marketplace até 30 de abril não lhes será cobradas comissões.

Os CTT estão a implementar medidas de mitigação de contágio por CoViD-19 na rede de retalho e em todo o processo de tratamento e entrega de correio e encomendas.

Tendo em vista a segurança dos Clientes e dos cerca de cinco mil carteiros dos CTT, a assinatura nos terminais dos carteiros durante o processo de entrega de produtos de Correio, Expresso e Carga foi suspenso. “Esta medida está a ser aplicada a todos os serviços exceto nas citações ou notificações via postal e nos serviços “Entrega ao Próprio”, estando ainda em análise cenários de ajustamento da atividade tendo em conta a eventual ausência de colaboradores que pertencem a grupos de risco de saúde”, refere a empresa.

Os carteiros dos CTT vão adotar procedimentos específicos durante os giros, na interação com a população e no manuseamento de objetos, para reduzir o risco de contágio.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa. JOÃO RELVAS/POOL/LUSA

Governo cria complemento salarial até 350 euros para trabalhadores em lay-off

O primeiro ministro, António Costa, fala aos jornalistas durante a conferência de imprensa, 04 junho 2020, realizada no final da reunião do Conselho de Ministros, no Palácio da Ajuda, em Lisboa.     MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

Banco de Fomento para Portugal com “aprovação provisória”

O primeiro ministro, António Costa, fala aos jornalistas durante a conferência de imprensa realizada no final da reunião do Conselho de Ministros, no Palácio da Ajuda,  em Lisboa, 29 de maio de 2020. O Governo decidiu adiar a passagem para a terceira fase de desconfinamento na Área Metropolitana de Lisboa e criou regras especiais, sobretudo em atividades que envolvem “grande aglomerações de pessoas”.  MANUEL DE ALMEIDA/POOL/LUSA

Trabalhadores em lay-off passam a receber entre 77% e 92% do salário

CTT lança novos serviços dirigidos às PME que podem criar lojas online