correios

“CTT não prestam informação enganosa, nem mentem”, diz CEO da empresa

Francisco Lacerda.  JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA
Francisco Lacerda. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Presidente executivo dos CTT reage às acusações da Anacom, que acusou a empresa de divulgar informação enganosa sobre as reclamações.

“CTT não prestam informação enganosa, nem mentem”, garantiu Francisco Lacerda, CEO dos CTT, reagindo às acusações reiteradas esta quarta-feira pelo regulador do setor, a Anacom, de que a empresa prestou “informação enganosa” sobre as reclamações recebidas em 2018.

O CEO da empresa lembrou, durante a apresentação de resultados de 2018, “que os CTT seguem a norma europeia, a mesma que a Anacom utiliza e que engloba todas as entradas”.

A Anacom acusou os CTT de terem divulgado informação enganosa quando anunciaram a 13 de fevereiro que o volume de reclamações recebido no ano passado pela empresa tinha descido 7% e não subido mais de 30%, de acordo com os dados divulgados pelo regulador.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: direitos reservados

RGPD. Um ano depois, mercado português pede maturidade e legislação

Certificados

Famílias investiram uma média de 3,3 milhões por dia em certificados este ano

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (C), durante a cerimónia militar do Instituto Pupilos do Exército (IPE), inserido nas comemorações do 108.º aniversário da instituição, em Lisboa, 23 de maio de 2019.  ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Marcelo: “Quem não for votar, depois não venha dizer que se arrepende”

Outros conteúdos GMG
“CTT não prestam informação enganosa, nem mentem”, diz CEO da empresa