CTT reabrem estação de Fornos de Algodres. É a 29ª das 33 encerradas

Depois de Armamar, os CTT reabrem nova estação em sede de concelho. Restam apenas quatro por reabrir, mas não há um cronograma fechado.

Os CTT reabrem na próxima quarta-feira a estação de Fornos de Algodres, no distrito da Guarda. É a 29ª estação a abrir portas das 33 em sede de concelho encerradas.

A loja própria do operador postal CTT de Fornos de Algodres reabre no mesmo local onde funcionava anteriormente, na Rua Zona Sul, nº 4A, Loja 2, funcionando nos dias úteis das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

"Esta é a 29ª Loja em sede de concelho a ser reaberta, no âmbito do compromisso público dos CTT de reabrir lojas únicas em sede de concelho, tendo em vista o reforço da elevada proximidade às populações e da capilaridade da rede, não procedendo, como já foi tornado público, a novos encerramentos", refere o operador postal.

A abertura de Fornos de Algodres segue-se à reabertura na semana passada da estação de Armamar, no distrito de Viseu. Com esta nova reabertura faltam apenas quatro estações CTT para cumprir o objetivo traçado pela administração da companhia de reabrir as lojas em sede de concelho encerradas, depois do alerta da Anacom para os fechos das estações em sede de concelho e a tutela, o ministério das Infraestruturas, ter considerado que o futuro contrato de concessão devia garantir a presença de pelo menos uma estação CTT em sede de concelho.

O Estado estendeu até ao final do ano o contrato de concesssão do serviço postal universal com os CTT.

"Não existe um cronograma definido para a reabertura de lojas CTT, dado que é necessária uma análise detalhada a todas as variáveis envolvidas para que se efetue a reabertura. Desde logo, o espaço, os recursos humanos envolvidos, a relação existente com os parceiros e autarquias e as oportunidades em cada uma das localidades", diz a empresa.

Até ao momento da reabertura, o serviço postal universal é assegurado por uma posto de correio parceiro que assegura ainda o pagamento de vales de pensões e faturas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de