correios

CTT vai “abrir entre 8 a 9 centros” de distribuição postal este ano

Foto: Gerardo Santos / Global Imagens
Foto: Gerardo Santos / Global Imagens

Operador postal investiu 15 milhões de euros em novo equipamento para a separação de correio.

Os CTT querem abrir abrir este ano entre 8 a 9 centros de distribuição postal este ano, um projeto no âmbito do plano de transformação da empresa anunciado em 2017. Dos 40 milhões de euros previstos serem injetados até 2021 na melhoria da área operacional da empresa, mais de 20 milhões já foram investidos.

“Em alguns casos estamos a ainda a negociar instalações, mas a ideia é que possamos abrir entre 8 a 9 centros este ano, depois dos três que já abrimos no Continente e no primeiro Madeira”, adiantou João Bento, CEO dos CTT, durante a inauguração das quatro novas máquinas de separação de correio no centro de distribuição de Cabo Ruivo, no qual foram investidos 15 milhões de euros.

“Os 40 milhões era a dimensão de investimento de um plano de transformação operacional que foi anunciado acontecer em 2018, 2019 e 2020. O grosso desse investimento aconteceu o ano passado e este ano, neste momento, estamos claramente acima de metade dessa meta. Já investimos mais de 20 milhões de euros: só na encomenda destas cinco máquinas, as quatro aqui instaladas e a quinta que está a ser montada no nosso centro de produção a norte, na Maia, só nessa encomenda foram investidos 15 milhões de euros”, precisa o CEO dos CTT quando questionado pelo Dinheiro Vivo.

Os novos equipamentos de tratamento automatizado de correio têm capacidade para tratar diariamente 800 mil cartas finas ou cerca de 350 mil objetos de correio médio e vão substituir material que já está ultrapassado.

O novo equipamento está instalado no Centro de Produção e Logística Sul (CPLS), o maior centro de produção e logística dos CTT e está inserido num edifício com cerca de 45 000 m2 e manipula diariamente 2,3 milhões de objetos. O centro conta com 525 colaboradores e tem cerca de 100 viaturas, entre pesados e ligeiros, que percorrem diariamente mais de 13.000 km nos diferentes fluxos da sua área de intervenção, segundo informação prestada pela empresa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, em declarações à comunicação social após a sessão de apresentação sobre a “Situação epidemiológica da Covid-19 em Portugal”, realizada no Infarmed, em Lisboa, 24 de março de 2020. RODRIGO ANTUNES/LUSA

“Impõe-se manter as medidas de contenção”, diz Marcelo

Foto: DR

Eletricidade. Fatura das famílias pode sofrer agravamento de quase 70%

Aviao TAP

Oficial: TAP avança para lay-off de 90% dos trabalhadores

CTT vai “abrir entre 8 a 9 centros” de distribuição postal este ano