Da Minha Terra. Lidl abre canal direto a pequenos produtores nacionais

Da Minha Terra é a nova iniciativa da cadeia de supermercados alemã de apoio à produção nacional. Quer adicionar 100 novos produtos nacionais.

O Lidl abriu um canal direto para que os pequenos produtores regionais possam apresentar à cadeia os seus produtos para venda na rede de supermercados alemã. Não são exigidas certificações internacionais, nem é exigida capacidade de produção para fornecimento nas mais de 200 lojas que o Lidl tem no país. Da Minha Terra aceita candidaturas até 31 de outubro. Querem 100 novos produtos nacionais nas lojas já no próximo ano.

"Procuramos os pequenos produtores para termos nas lojas Lidl os produtos que mais nos representam", diz Bruno Pereira, administrador do Lidl com a área de compras, numa webcall com jornalistas. "Não exigimos certificações internacionais, nem capacidade de produção do produtor para fornecer toda a rede de lojas", acrescenta.

Saiba mais aqui

Charcutaria, Queijos, Doces e Bolos Secos são as categorias para as quais a cadeia procura novos fornecedores. Apesar de não serem exigidas certificações internacionais, os produtores candidatos terão de possuir uma certificação de qualidade mínima HACCP (entre outras que tenham), identificar produtos com certificação DOP, IGP, ETG, entre outros, identificar se são empresa com Selo PME e qual a percentagem de matéria-prima nacional no produto.

Bruno Pereira frisa que da cadeia haverá disponibilidade para acomodar a capacidade de produção do produtor, ou seja, não ter capacidade de fornecer a rede de mais de 200 lojas não é fator de exclusão.

Os interessados poderão candidatar-se online até 31 de outubro, seguindo-se em novembro um encontro onde terão oportunidade de fazer o seu pitch. A seleção final deverá acontecer em nesse mês, sendo que a expectativa é que os produtos estejam disponíveis na loja já a partir do próximo ano fiscal, que se inicia em março.

"Regra geral, nos contratos que temos com os pequenos produtores, ou com fornecedores que trabalhem com uma matéria-prima que assim o exija, garantimos um mínimo de volume de compra durante o contrato", diz Bruno Pereira. O Lidl tem por norma contratos de 12 meses com os fornecedores.

O Lidl trabalha atualmente com 240 fornecedores nacionais - em 2018 trabalhava com cerca de 210 fornecedores - e disponibiliza cerca de 860 produtos portugueses no seu sortido. Bruno Pereira não adianta um número de novos fornecedores que gostaria de adicionar ao lote de fornecedores fixos do Lidl com esta iniciativa, adiantando apenas que adicionar 100 novos produtos nacionais à oferta da cadeia é um objetivo.

Da Minha Terra é mais uma iniciativa da cadeia de apoio à produção nacional, num momento em que, dada o impacto da pandemia, as cadeias de distribuição têm anunciado reforços ao nível de compras nacionais.

No ano de 2019, o Lidl ajudou a exportar 228 produtos nacionais no valor de cerca de 150 milhões de euros, impulsionando as vendas de 85 fornecedores.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de