Accenture

Debate. O digital não é uma tendência, mas uma realidade em Portugal

A carregar player...
Debate. O digital não é uma tendência, mas uma realidade em Portugal

O futuro da mobilidade, grande distribuição alimentar, telecomunicações e banca esteve no centro do debate

Na área da mobilidade, João Torneiro, diretor de Marketing ibérico da Galp Energia acredita na transição de uma lógica de produto para uma lógica de serviço. “Temos a maior rede de conveniência em Portugal.” Encara os veículos autónomos, que podem ser elétricos ou híbridos, como um desafio e não como uma ameaça.

Como é que o retalho se posiciona na era digital? No caso do Continente o desafio já começou há pelo menos 16 anos. “Temos a maior e mais antiga operação de e-commerce, que é a plataforma online do Continente, contou Tiago Simões, diretor de Marketing da Sonae Modelo Continente.

Como podemos humanizar as telecomunicações? “Na Altice estamos preocupados em saber como ser parte relevante da vida das pessoas”, disse Tiago Silva Lopes, head da área Digital da Altice, para quem “o digital não é uma tendência, mas uma realidade.”

Toda esta transição não se faz sem pessoas. No Millennium bcp a mudança digital tem passado pelo recrutamento de equipas de jovens webdesigners. Uma nova geração que, para Rosa Santa Bárbara, diretora coordenadora de canais, “é desafiante e opinativa” mas, em sua opinião “é isso mesmo que se pretende.”

Para concluir, Pedro Pombo, managing director da Accenture Digital defende que o que realmente importa hoje é saber desenhar experiências que respondam àquilo que o cliente quer e precisa.
Há que observar o comportamento humano e descobrir a razão por detrás das opções de compra. Muitas vezes, “um produto é um serviço à espera de acontecer.”

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Paula-Amorim

Os ricos estão ainda mais ricos. Maiores fortunas já valem 10% do PIB

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Debate. O digital não é uma tendência, mas uma realidade em Portugal