Depois do escândalo com o Facebook, Cambridge Analytica declara falência

Depois de anunciar que iria fechar todos os escritórios, a Cambridge Analytica tornou oficial a sua declaração de falência.

A declaração de falência da Cambridge Analytica foi submetida em Nova Iorque, assinada por Rebekah e Jennifer Mercer, filhas do multimilionário Robert Mercer, em representação do quadro administrativo da Cambridge Analytica.

No início deste mês, a empresa anunciou que iria encerrar todos os seus escritórios, localizados nos Estados Unidos e Reino Unido, na sequência do escândalo de acesso a dados no Facebook.

A polémica ‘estalou’ em março deste ano, quando uma investigação trouxe a lume que os dados de milhões de utilizadores da rede social teriam sido cedidos à campanha de Donald Trump, através da Cambridge Analytica.

Leia também: Facebook: tudo sobre a polémica que afeta 50 milhões de utilizadores

Criada em 2013, a empresa de dados Cambridge Analytica foi financiada pela família Mercer, segundo relatou o New York Times, num valor de 15 milhões de dólares.

Depois de ter passado pelo Capitólio, em Washington, para prestar esclarecimentos sobre o papel do Facebook no escândalo de privacidade, também o Parlamento Europeu (PE) tem algumas questões para Mark Zuckerberg, a principal cara do Facebook. O CEO da rede social poderá passar pelo PE já na próxima semana, revelou Antonio Tajani, presidente do Parlamento Europeu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de