Empresas

Descoberta de irregularidades afunda dona da Conforama

Fotografia:  Fernando Pereira / Global Imagens
Fotografia: Fernando Pereira / Global Imagens

CEO da Steinhoff, Markus Jooste, demitiu-se esta quarta-feira depois de se saber das irregularidades contabilísticas no grupo.

As ações da Steinhoff, dona da Conforama, estão a cair a pique (mais de 60%) depois de terem sido divulgadas irregularidades contabilísticas que levaram já à demissão do presidente executivo, Markus Jooste.

“O conselho de supervisão da Steinhoff informa os seus acionistas que teve acesso a nova informação que se relaciona com irregularidades contabilísticas que exigem investigação adicional”, refere o comunicado divulgado esta quarta-feira pelo grupo de retalho sul-africano.

A auditora PwC vai avançar com uma “investigação independente” às contas do grupo com sede na Holanda.

Este comunicado surge depois de ter sido noticiado que os resultados relativos ao ano fiscal de 2017 iriam ser divulgados esta quarta-feira, mas sem serem auditados.

“Em paralelo com os resultados financeiros consolidados do grupo para o ano terminado a 30 de Setembro de 2017, o conselho de supervisão e os auditores do grupo ainda não finalizaram a sua avaliação sobre determinadas matérias e circunstâncias, a maioria das quais levantadas por uma investigação criminal e fiscal na Alemanha”, referia o comunicado emitido esta segunda-feira, dando conta que os resultados auditados seriam divulgados até 31 de janeiro de 2018.

No comunicado desta quarta-feira, o grupo afirma que só irá divulgar os resultados auditados quando estiver em condições.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Jan de Pooter, CEO Tranquilidade (Foto: Filipa Bernardo/ Global Imagens)

Tranquilidade vende posição na Europ Assistance

Fotografia: Adelino Meireles/Global Imagens

Número de desempregados inscritos no IEFP em mínimos de 16 anos

Vieira da Silva, ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social.  Foto: Tiago Petinga/LUSA

Economia garante aumento real para 80% das pensões em 2019

Outros conteúdos GMG
Descoberta de irregularidades afunda dona da Conforama