Encomendas

DHL Express abre primeira loja em Portugal. E tem mais duas previstas este ano

DHL Express Store1

A multinacional de transporte de encomendas quer fechar o ano com três lojas próprias em Portugal

A DHL Express abriu a primeira loja própria em Lisboa, tendo a empresa de transporte expresso internacional planos para abrir dois novos espaços até ao final do ano, no Porto e no Algarve.

Areeiro foi a zona de Lisboa escolhida para acolher a primeira loja. “A abertura da primeira loja da DHL Express em Portugal tem como objetivo acompanhar as crescentes necessidades dos consumidores, assim como a intensificação do comércio online, que impulsiona o negócio particular”, justifica José Reis, Diretor Geral da DHL Express Portugal, citado em nota de imprensa.

“O Areeiro reúne todas as características necessárias para prestarmos um serviço de excelência aos nossos clientes, pela sua centralidade, facilidade de acesso a transportes públicos e qualidade de infraestruturas, que garantem proximidade e conveniência aos seus moradores e população em geral”, acrescenta.

DHL Express Store2

Localizada na Avenida Padre Manuel da Nóbrega, a nova loja da DHL Express está aberta todos os dias, das 9h às 19h, podendo os clientes poderão levantar e expedir envios até 30 quilogramas, com dimensões que não excedam os 55x45x40 cm.

A empresa tem ainda planos de expansão da rede de lojas. Até ao final, a multinacional alemã prevê a abertura de mais duas lojas próprias ainda este ano, no Algarve e no Porto, unidades que se juntam às 10 instalações e mais de 350 lojas da rede DHL Service Points com serviço expresso.

Leia também: Em Amesterdão as encomendas também chegam de bicicleta

Em Portugal, a DHL Express tem uma equipa de mais de 500 especialistas e uma frota com cerca de 200 veículos operacionais e 2 aviões dedicados, que garantem diariamente a ligação de Portugal com os grandes centros operacionais em todo o mundo.

A companhia tem ainda em curso um investimento de 40 milhões de euros num novo terminal de carga expresso no aeroporto de Humberto Delgado, em Lisboa, permitindo quadruplicar capacidade de processamento do terminal para 6.500 peças por hora.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Alberto Souto de Miranda
(Gerardo Santos / Global Imagens)

Governo. “Participar no capital” dos CTT é via “em aberto”

Congresso APDC

“Temos um responsável da regulação que não regula”

Congresso APDC

Governo. Banda larga deve fazer parte do serviço universal

Outros conteúdos GMG
DHL Express abre primeira loja em Portugal. E tem mais duas previstas este ano