Distribuição

DIA fecha acordo de refinanciamento de dívida

dia-supermercados--644x362

DIA comprometeu-se a desinvestir na cadeia Clarel e Max Descuento, bem como a realizar um aumento de capital de 600 milhões até março

O DIA chegou a um acordo de refinanciamento da sua dívida com a Banca, dando-lhe acesso a um montante adicional de 896 milhões de euros. Fruto desse acordo, a cadeia espanhola de supermercados dono do Minipreço, tem no curto prazo acesso a 215 milhões e poderá aceder a 681 milhões de euros adicionais de financiamento.

A empresa também fechou acordos bilaterais com algumas entidades credoras relativamente a vários instrumentos de crédito e compromissos sobre garantias reais. A cadeia comprometeu-se a continuar o processo de desinvestimento dos seus negócios Clarel e Max Descuento e dar garantias hipotecárias sobre certos ativos mobiliários e imobiliários, noticiou o El País.

De acordo com os acordos estabelecidos, será motivo de vencimento antecipado o eventual incumprimento por parte da companhia do seu compromisso de realizar, durante o primeiro trimestre de 2019, um aumento de capital, com direito a subscrição preferencial, para aumentar os seus fundos próprios de, pelo menos, 600 milhões.

O anúncio foi conhecido na mesma altura em que a cadeia informou o mercado da saída do conselheiro delegado do DIA, Antonio Coto, apenas há quatro meses no cargo. Coto será substituído no cargo por Borja de la Cierva.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Filipe Amorim / Global Imagens)

Estará a produtividade a ser bem medida em Portugal?

(Filipe Amorim / Global Imagens)

Estará a produtividade a ser bem medida em Portugal?

Ministério das Finanças

Função pública sai das Finanças ao fim de 17 anos

Outros conteúdos GMG
DIA fecha acordo de refinanciamento de dívida