Dia dos Namorados

Dia dos Namorados. Bens materiais trocados por experiências

Jantar fora continua a ser uma das principais opções para o Dia dos Namorados. Fotografia: DR
Jantar fora continua a ser uma das principais opções para o Dia dos Namorados. Fotografia: DR

Jantar fora no dia 14 é a oferta mais popular. Representou 40% do total de gastos e três quatros das transações em 2017

Em vez de rosas, chocolates e perfumes, cada vez mais oferecem-se experiências no Dia dos Namorados. Esta é a principal conclusão do estudo Mastercard Love Index, que avaliou os gastos dos consumidores nos últimos três dias para oferecer presentes para os parceiros no dia 14 de fevereiro.

Veja também As melhores ideias de prendas para o Dia dos Namorados

Jantar fora no dia 14 é a oferta mais popular, segundo este estudo da empresa de pagamentos. Representou 40% do total de gastos e três quatros das transações em 2017. As despesas com viagens, seja de avião ou comboio, cresceram 23% em 2017 e já representam 22% dos gastos efetuados durante o período de São Valentim.

“Os dados mostram que existe uma tendência de adesão crescente à “economia das experiências”, com os consumidores a retirarem cada vez mais satisfação e felicidade do momento que estão a viver e que são uma forma de construir memórias duradouras – dignas de publicação nas redes sociais – em detrimento da compra de bens materiais”, refere a Mastercard em nota enviada às redações.

Os bens materiais, ainda assim, continuam a ser um presente oferecido no dia 14 de fevereiro. Aumentaram as transações com flores e joias, em 14% e 10%, respetivamente, embora o valor total tenha diminuído.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

REUTERS/Kai Pfaffenbach

Acordo chumbado e moção de censura à vista não travam subida das bolsas

EPA/ANDY RAIN

Brexit: Moody’s diz que chumbo aumenta “incerteza” mas acordo ainda é possível

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Dia dos Namorados. Bens materiais trocados por experiências