Escândalo Volkswagen

Dieselgate. Autoridades italianas investigam Volkswagen

Escândalo Volkswagen afeta 11 milhões de veículos em todo o mundo
Escândalo Volkswagen afeta 11 milhões de veículos em todo o mundo

Itália juntou-se à lista de países que estão a investigar o grupo alemão. A Autoridade da Concorrência local vai analisar de que forma a compra de veículos do grupo Volswagen poderá ter sido afetada pelo escândalo de manipulação de emissões.

O processo envolve o grupo alemão e o importador local, segundo um comunicado divulgado esta sexta-feira e citado pelo Financial Times. O processo terá sido interposto depois de este regulador ter recebido várias queixas apresentadas por grupo de consumidores.

O regulador italiano também quer avaliar se existem “práticas comerciais impróprias” na venda de automóveis ligeiros e veículos comerciais, que poderão ter sido vendidos com padrões de emissões e características “abaixo dos valores declarados”.

A entidade refere ainda que os consumidores “terão sido induzidos em erro” quando compraram estes carros, “baseados nos certificados em termos de emissões usados pela Volkswagen em campanhas de publicidade e nas informações distribuídas junto dos concessionários”.

Serão investigados veículos da Volkswagen, Audi, Seat e Skoda vendidos entre 2009 e 2015. Itália tem mais de 650 mil carros com o software que manipula emissões instalado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Indústria do calçado. 
Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal regressou ao Top 20 dos maiores produtores de calçado

Sonae Industria

Ações da Sonae Indústria e da Sonae Capital disparam após OPA da Efanor

Alexandre Meireles, presidente da ANJE. Fotografia:  Igor Martins / Global Imagens

ANJE teme que 2021 traga “grande vaga” de falências e desemprego

Dieselgate. Autoridades italianas investigam Volkswagen