Internet

Digitalização. Como colocar a sua empresa online?

digital2

61% das empresas nacionais não estão na internet. Saiba quanto tem de investir para transformar a sua empresa num negócio digital.

Em Portugal, apenas 39% das empresas têm presença online, seja com site próprio (84%) ou páginas em redes sociais (67%), revela a edição de 2017 do estudo Economia Digital em Portugal. Levado a cabo pela Associação da Economia Digital (ACEPI) e o International Data Corporation (IDC), o estudo mostra, da mesma forma, que apenas 27% das empresas nacionais efetuam negócios online, com 54% das grandes empresas já dedicadas ao e-commerce, enquanto apenas 25% das pequenas empresas e 9% das micro o fazem.

“Continuamos a assistir a uma grande fraqueza na digitalização das empresas. Quando chegamos às micro e pequenas empresas, que são 95% do tecido empresarial, vemos uma grande fragilidade, com apenas um terço das empresas com presença online. A verdade é que 60% das empresas não estão online”, defende Alexandre Fonseca, presidente da ACEPI, em declarações ao Dinheiro Vivo. O estudo revela ainda que nas micro empresas apenas 32% estão online, enquanto nas grandes empresas esta percentagem chega aos 97%.

Tendo então em conta que 73% da população portuguesa utiliza a internet, que 36% fazem compras online e que em 2017 o comércio eletrónico vai gerar um volume na ordem dos 4,6 mil milhões de euros, de acordo com o mais recente estudo da ACEPI, são muitas as vantagens de uma empresa estar online: acesso a clientes de todo o mundo, loja aberta 24 horas por dia, menos intermediários e preços mais competitivos.

De acordo com o programa PME Digital, uma iniciativa do Ministério da Economia, ajudar as micro e pequenas e médias empresas portuguesas a serem mais competitivas, colocar uma empresa online custa apenas desde 12 euros por ano, enquanto abrir uma loja de e-commerce pode ter um custo de 115 euros ano e criar um sistema de pagamentos eletrónicos pode pesar apenas 50 cêntimos por cada compra registada, entre muitas outras opções de digitalização do negócio disponíveis.

Para começar, há que optar pelo tipo de presença na internet, seja através de um site meramente institucional, que pode ou não incluir produtos, ou de uma loja online, que permite a venda de produtos e serviços e o pagamento por via eletrónica. Para facilitar a decisão das empresas, a PME Digital apresenta uma tabela comparativa de pacotes de presença online, com preços que vão desde os 10 aos 72 euros por ano, para sites empresariais, e a partir de 115 euros por ano para lojas online. Neste último caso é aconselhável certificar a loja online, o que acresce um custo de 10 euros por mês.

De seguida, é importante escolher o modo de pagamento – seja através da plataforma easypay, da Redunicre, MB NET ou Paypal – e apostar num sistema informático de gestão empresarial e gestão de clientes.

Com o acesso à internet através de dispositivos móveis a liderar, é também uma boa opção preparar o site da empresa para ser visto de forma otimizada em smartphones e tablets, criar uma aplicação móvel e marcar presença regular nas redes sociais, com uma página empresarial com atualizações frequentes.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. (Fotografia: RODRIGO ANTUNES/LUSA)

Marcelo pede ao Parlamento que clarifique se quer manter Governo em funções

Fotografia: Benoit Tessier/Reuters

ERC empurra decisão sobre compra da TVI para a AdC

Fernando Gonçalves lidera a lista vencedora das eleições para a Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa. Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Autoeuropa: Fernando Gonçalves é o novo coordenador da comissão de trabalhadores

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Digitalização. Como colocar a sua empresa online?