restauração

Dois por um vizinho. Cookoo quer entregar refeições também aos idosos

COOKOO - The Kitchen Hub_Mesa 1

Com “2 por 1 vizinho” o kitchen hub sugere que os mais jovens peçam comida a dobrar, ficando o custo da refeição do vizinho por conta do Cookoo.

A Cookoo- The Kitchen quer entregar também refeições aos idosos e aos grupos de risco do surto do novo coronavírus e para isso está a dar a possibilidade de, até 27 de março, quem fizer encomendas na plataforma de entrega de comida em casa de o poder fazer a dobrar para um vizinho, mas com 50% de desconto.

“Sabemos que temos uma população envelhecida, que, além de ser um grupo de risco, tem mais dificuldade em aceder às novas tecnologias para encomendar refeições. Por isso, e porque esta é uma situação que merece a solidariedade e empenho de todos, desafiamos os lisboetas a pedir refeições a dobrar para partilhar com o seu vizinho. Acreditamos que, se nos unirmos, podemos fazer a diferença e ultrapassar esta situação de pandemia da melhor forma possível”, afirma Pedro Sanches, partner e cofundador do Cookoo, citado em nota de imprensa.

Com “2 por 1 vizinho” o kitchen hub sugere que os mais jovens peçam comida a dobrar, ficando o custo da refeição do vizinho por conta do Cookoo, quem encomenda tem apenas de usar o código #2x1vizinho para obter 50% de desconto (em encomendas até 16 euros), receber a encomenda em casa, sem taxa de entrega associada.

O COOKOO tem disponíveis sete restaurantes distintos, tendo recentemente reforçado a sua oferta para o público vegetariano, com o Garden Gourmet, atuando na zona de Lisboa.

Leia mais: Da McDonald’s ao Chakall restaurantes apostam no takeaway

A plataforma está disponível todos os dias ao almoço e jantar, com entregas na zona de Lisboa entre as 12h e as 15h e das 19h às 23h. As encomendas podem ser realizadas em qualquer altura, até com quatro dias de antecedência, preparando a refeições para a semana.

Por questões de segurança, nesta fase de pandemia, além de ter reforçado as medidas de higiene durante todo o processo, o Cookoo está a sugerir que todos os pagamentos sejam realizados através de meios online, como MB WAY ou cartão de crédito, evitando contacto com o estafeta, que fará a entrega também sem retirar o capacete.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa, Pedro Siza Vieira, ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, e Ana Mendes Godinho, ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.  MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Salários, crédito, moratórias e rendas. O que vai ajudar famílias e empresas

EPA/Enric Fontcuberta

Mais de 100 mil recibos verdes candidataram-se ao apoio à redução da atividade

A ministra da Saúde, Marta Temido.. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

295 mortos e 11 278 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Dois por um vizinho. Cookoo quer entregar refeições também aos idosos