Automóvel

Dona da Mercedes reforça investimento tecnológico em Portugal

Fotografia: D.R.
Fotografia: D.R.

Tech & Data Hub da Daimler vai contar com 30 pessoas em Lisboa e apostar na logística. É o terceiro investimento deste grupo alemão em três anos.

A dona da Mercedes vai reforçar o investimento em Portugal. Lisboa foi a cidade escolhida para a Daimler instalar um novo hub tecnológico, o Tech & Data Hub, que irá apostar na inovação e serviços digitais no sector dos veículos comerciais, de camiões e autocarros. Este é o terceiro investimento deste grupo automóvel alemão em Portugal nos últimos três anos. Na fase inicial, serão contratadas 30 pessoas para este espaço, que também irá contar com o contributo da fábrica portuguesa da Mitsubishi Fuso Trucks, no Tramagal (detida pela Daimler).

A aposta tecnológica de Portugal e, em particular, da cidade de Lisboa, foram fatores determinantes para esta aposta. “Ao implementar-se como uma das novas capitais digitais de Europa, Lisboa tornou-se um hotspot para jovens e talentosas pessoas na área da tecnologia e nómadas digitais. A aposta da rede universitária local em fornecer formação superior em novas tecnologias como data science, inteligência artificial/machine learning, assim como uma comunidade muito ativa e aberta que integra pessoas de várias áreas tecnológicas, industriais e culturais, foram fatores decisivos nesta escolha”, adiantou fonte oficial da Daimler ao Dinheiro Vivo.

Na primeira fase, o Tech & Data Hub irá integrar cerca de 30 pessoas “com forte foco em talentos tecnológicos de várias áreas, abordando desafios atuais e futuros na transformação desta indústria”. Algumas das vagas estão disponíveis através desta página.

A adaptação às frotas eletrónicas, o futuro da logística ou integração de infraestruturas, através da tecnologia V2X (comunicação de um veículo para qualquer dispositivo), serão as primeiras apostas deste espaço tecnológico.

O grupo automóvel alemão também destaca “o forte compromisso e apoio da cidade de Lisboa em trabalhar em conjunto nos temas do futuro, como sejam a mobilidade urbana ou o futuro do transporte e da logística”.

A Daimler, com este novo hub, pretende ainda desenvolver uma “forte colaboração” com as suas marcas mas também com ” parceiros externos globais, cidades, startups e comunidades tecnológicas para construir um verdadeiro ecossistema global”.

Colaboração com Tramagal

O Dinheiro Vivo sabe ainda que o Tech & Data Hub estará ligado à fábrica da Mitsubishi Fuso em Portugal, e que pertence ao grupo Daimler. A unidade de fabrico de camiões do Tramagal irá prestar alguns serviços para este novo hub tecnológico.

Terceira aposta em Portugal

O grupo Daimler tem apostado em Portugal nos últimos anos, através do investimento em vários hubs tecnológicos. O Mercedes-Benz.io é o espaço de inovação mais relevante e começou em maio de 2017. Temporariamente no Second Home Lisboa, este hub vai mudar-se em meados de 2019 para as instalações da Factory, no Hub Criativo do Beato, e irá contar com mais de 100 programadores.

Em julho de 2016, a Mercedes instalou o centro de serviços Network Assistance Center, que dá apoio técnico e nos processos de pós-venda à rede de oficinas da marca automóvel na Europa. A partir de Portugal, são fornecidos serviços para grande parte dos clientes europeus, à exceção da Alemanha.

O Tech & Data Hub é o terceiro novo investimento da Daimler no espaço de três anos e é liderado por Erik Spitzer, de acordo com a informação disponibilizada através da página oficial deste hub.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Algarve, Portugal. Fotografia: D.R.

Algarve lança campanha. “Fiquem em casa para regressarem com mais saudade”

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

Dona da Mercedes reforça investimento tecnológico em Portugal