Dona da Pepsi quer atingir 50% de plástico reciclado até 2030

Compromisso da empresa surge num momento em que Bruxelas definiu metas para a redução de plástico e para o aumento da reciclagem

A PepsiCo quer atingir até 50% de plástico reciclado nas suas garrafas na União Europeia até 2030, com um objetivo intermédio de 45% até 2025. Com este compromisso, a dona da Pepsi e da 7Up utilizará mais do triplo de plástico reciclado nas suas garrafas comparativamente à atualidade, ou seja, mais de 50.0001 toneladas de garrafas de plástico.

O anúncio da empresa surge num momento em que Bruxelas definiu metas para a redução do plástico, responsável por 70% do lixo marinho, movimento acompanhado pelos 28 países membros. O compromisso da PepsiCo segue-se ao de outras empresas como a Coca-Cola que já anunciou a intenção de até 2030 recuperar todas as embalagens que produzem ou o seu equivalente a nível global, data que antecipam para 2025 na Europa.

Leia ainda: O que estão a fazer os supermercados para reduzir o plástico?

O objetivo da PepsiCo abrange todos os países membros da União Europeia e todas as suas marcas de bebidas em PET (o plástico básico utilizado nas garrafas) da empresa, incluindo a Pepsi, Pepsi MAX, 7Up, Tropicana e Naked. "O objetivo será aplicado em todas as operações de bebidas, próprias e franchisadas, da PepsiCo", assegura a companhia em nota de imprensa.

Em sete anos a empresa quer que 100% das suas embalagens sejam recicláveis, compostáveis ou biodegradáveis, reduzindo a sua pegada de carbono. Atualmente, 90% do packaging a nível global seja totalmente reciclável, estima a companhia. Em 2017, na UE 13% das embalagens PET usadas pela PepsiCo eram feitas a partir de plástico reciclável.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de