Dona da Sagres rejeita acusação da AdC. "Não cometeu qualquer infração"

Cervejeira foi uma das acusadas pela Autoridade da Concorrência de práticas anti-concorrenciais por combinação de preços com cadeias de supermercados

A Sociedade Central de Cervejas e Bebidas já reagiu à acusação da Autoridade da Concorrência (AdC) que acusou a dona da Sagres, entre outras empresas, de combinação de preços com cadeias de distribuição, prejudicando com isso os consumidores. A empresa garante que "não cometeu qualquer infração".

A cervejeira rejeita "a imputação que lhe é feita, uma vez que não cometeu qualquer infração e que, tal como a Autoridade da Concorrência reconhece no seu comunicado, 'a adoção de Notas de Ilicitude não determina o resultado final das investigações'."

A acusação do regulador abrange ainda administradores da Sociedade alegadamente envolvidos na infração do direito da concorrência. "A SCC irá exercer o seu direito de defesa, convicta de que lhe será reconhecida a conformidade das suas práticas com as regras do mercado", diz a companhia que, diz que "que pauta, e sempre pautou, a sua conduta pelo estrito cumprimento das regras da concorrência."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de