cosmética

Dona da The Body Shop à beira de comprar a Avon

Imagem da sede da Avon. (REUTERS/Brendan McDermid)
Imagem da sede da Avon. (REUTERS/Brendan McDermid)

Grupo Natura, de origem brasileira, deverá ficar com 76% do capital da empresa de cosmética dos Estados Unidos, conhecida pelas vendas de catálogo.

A empresa norte-americana de cosmética Avon prepara-se para mudar de dono. A brasileira Natura, que detém marcas como a The Body Shop, está a fechar as negociações para tornar-se na dona da Avon, que é conhecida, por exemplo, pelas vendas de catálogo. A compra de 76% da Avon pela Natura deverá avaliar a empresa norte-americana em mais de dois mil milhões de dólares (1,79 mil milhões de euros).

“As duas partes estão a negociar o fecho e as condições contratuais finais desta transação”, de acordo com informação divulgada ao mercado pela Natura ao mercado e citada pela Reuters esta quarta-feira.

“Qualquer potencial transação estará condicionada às aprovações dos reguladores aplicáveis assim como à aprovação pelos órgãos de administração e acionistas das duas partes”, acrescentou a Natura no mesmo comunicado.

A Natura foi fundada em 1969 e é atualmente a maior fabricante e vendedora de cosméticos do Brasil. Está presente também na Argentina, Chile, Colômbia, França, Estados Unidos. Detém ainda as marcas Aesop e The Body Shop (que comprou à L’Oréal em 2017).

A Avon foi fundada nos Estados Unidos em 1886 e tornou-se conhecida pelas vendas porta a porta. Nos últimos anos, tem enfrentado várias dificuldades em adaptar-se às mudanças digitais do mercado e em janeiro teve de cortar 2300 postos de trabalho.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Algarve, Portugal. Fotografia: D.R.

Algarve lança campanha. “Fiquem em casa para regressarem com mais saudade”

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

Dona da The Body Shop à beira de comprar a Avon