Dono da Brico Dépôt sai de Portugal. Tem lojas em Loures, Gaia e Sintra

Lojas continuarão a operar enquanto procuram comprador. Grupo quer focar-se nos mercados onde lideram ou podem conquistar liderança

A Kingfisher, o grupo dono da Brico Dépôt, está de saída de Portugal, Espanha e Rússia. Em Portugal, o grupo tem três lojas de venda de produtos de bricolage em Loures, Gaia e Sintra e 213 funcionários.

"Estamos a operar num ambiente de retalho difícil. Enfrentamos desafios e estamos a endereçá-los", disse Véronique Laury, CEO da Kingfisher, citada pelo Guardian. Sair dos mercados português, espanhol e russo irá permitir ao grupo "aplicar a nossa estratégia com maior foco e eficiência nos nossos principais mercados onde temos, ou podemos alcançar, liderança de mercado".

Presente em Portugal desde 2014, o grupo tem com lojas em Loures, Gaia e Sintra, e emprega 213 funcionários, segundo informação contida no site da empresa.

O grupo tem 28 lojas Brico Dépôt em Espanha, mercado onde está desde 2003, e apenas 3 em Portugal, mas, segundo noticiou o Guardian, o mercado português gerou perdas a rondar os 2 milhões de libras, anulando lucros de 2 milhões de libras em Espanha. De acordo com o Guardian, as lojas continuarão a operar enquanto o grupo procura potenciais compradores.

A Rússia e o mercado ibérico representam cerca de 7% das vendas totais da Kingfisher. As vendas do grupo caíram 1,3% no trimestre até 31 de outubro, refletindo a quebra na cadeia Castorama France, cujas vendas recuaram 7,3%, noticiou a Reuters.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de