falência

Dono das bonecas Bratz pode salvar Toys ‘R’ Us 

Fotografia: REUTERS/Phil Noble
Fotografia: REUTERS/Phil Noble

A mensagem de lançamento da campanha revela que o objetivo é angariar mil milhões de dólares até 28 de maio.

Ainda nem tudo está perdido no reino dos brinquedos. O CEO da MGA Entertainment, Isaac Larian, quer angariar mil milhões de dólares para tentar salvar 400 lojas da Toys ‘R’ Us da bancarrota.

Segundo a Associated Press, o dono da empresa que fabrica as bonecas Bratz juntou-se com outros investidores e juntos têm disponíveis 200 milhões de dólares para investir. Para que o montante seja suficiente, faltam 800 milhões que o empresário espera angariar através de crowdfunding.

A campanha #savetoysrus está aberta para todos os que queiram contribuir para salvar a empresa. Em 13 horas, recebeu apenas 181 donativos.

A mensagem de lançamento da campanha revela que o objetivo é angariar mil milhões de dólares até 28 de maio. “Ainda há tempo para salvar este ícone americano”, apelam os investidores.

Isaac Larian afirma que caso a Toys ‘R’ Us seja mesmo liquidada, será obrigado a despedir funcionários da MGA Entertainment, porque quase 20% das vendas do grupo dependem da cadeia de brinquedos.

Já esta quarta-feira tinha sido noticiado que a Amazon estaria a estudar a compra de algumas lojas da Toys ‘R’ Us, apesar de não ter interesse em manter a marca.

Mesmo que a campanha de crowdfunding seja bem-sucedida, seria necessário que a oferta fosse aceite pelo juiz que tem em mãos o processo de falência. A acontecer, seria a primeira vez que uma grande empresa seria salva por financiamento colaborativo.

Foi na semana passada que a Toys ‘R’ Us anunciou o encerramento de todas as lojas nos Estados Unidos e no Reino Unido.

A empresa apresentou um “pedido de aprovação ao Tribunal de Falências dos EUA para iniciar o processo de encerramento das suas lojas nesse mercado. Anunciou ainda que está em processo de reorganização e venda das suas operações no Canadá, Ásia, Alemanha, Áustria e Suíça”.

Em causa estão mais de 30 mil postos de trabalho. O futuro em Portugal da maior cadeia de brinquedos do mundo ainda está a ser estudado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Dos blueprints  dos primeiros automóveis, ao topo dos carros elétricos atuais, de elon Musk, em homenagem, a Nikolas Tesla.
Ilustração: VITOR HIGGS

Automóvel. Em 20 anos do euro mudou tudo, menos a carga fiscal e o líder

A EDP, liderada por António Mexia, vai pagar o maior cheque de dividendos da bolsa nacional.

PSI20. Menos lucros mas o mesmo prémio aos acionistas

João Vieira Lopes, presidente da Confederação do Comércio e Serviços.
(Jorge Amaral/Global Imagens)

Vieira Lopes: “Metas do governo são realistas mas é preciso investimento”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Dono das bonecas Bratz pode salvar Toys ‘R’ Us