Durão Barroso: "Algo deve ser feito" para resolver situação da banca em Portugal

Ex-presidente da Comissão Europeia considera que a situação da banca portuguesa "continua difícil apesar de todos os esforços feitos"

O ex-presidente da Comissão Europeia Durão Barroso recusou hoje comentar a criação de um veículo para ativos tóxicos da banca, mas defendeu que "algo deve ser feito em Portugal para resolver a questão dos bancos".

"Não conheço essa proposta , não posso, pois, comentá-la. O que posso dizer é que algo deve ser feito em Portugal para resolver a questão dos bancos", disse José Manuel Durão Barroso à imprensa, à margem de uma conferência em Lisboa.

Contribuintes só recuperaram 14% da ajuda à banca desde 2008

O também ex-primeiro-ministro português justificou essa necessidade afirmando que "a situação da banca portuguesa continua difícil apesar de todos os esforços feitos" e que "é do interesse português e europeu" encontrar uma solução.

"Para que haja plena confiança na banca portuguesa e para que não continuem a surgir notícias (...) sobre este ou aquele banco, num caso recente, a resolução de um banco", disse.

 

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de