Inovação

Edifício de luxo na Arábia Saudita escolhe inovação portuguesa

Sail-Tower-Jeddah-KSA. D.R.
Sail-Tower-Jeddah-KSA. D.R.

O maior produtor de autoclismos da Europa do Sul que se encontra sediado em Aveiro, vai equipar o mais luxuoso hotel da Arábia Saudita.

As soluções de banho da empresa portuguesa OLI, desenvolvidas e produzidas na fábrica de Aveiro foram escolhidas para equipar um dos maiores e luxuosos edifícios da Arábia Saudita, Jeddah’s Sail Tower.

Para o presidente da OLI, António Oliveira, este negócio é muito importante para a empresa, porque “a Arábia Saudita é uma país muito relevante para a consolidação da marca no Médio-Oriente, sendo esta prescrição o reconhecimento da capacidade de inovação da empresa no desenvolvimento de soluções hidricamente sustentáveis”.

Por outro lado, acrescenta, “a Arábia Saudita é um mercado muito exigente, que privilegia a inovação, a criatividade e o ‘know-how’, por isso encaramos este projeto como um estímulo ao nosso compromisso diário com o desenvolvimento sustentável, procurando sempre melhorar e criar novas soluções para um WC mais amigo do ambiente e autónomo”.

A torre de 64 andares, composta por um hotel de luxo – Shangri-La Hotel, com 242 quartos e uma área residencial com 104 apartamentos, será inaugurada no próximo ano, na cidade de Jeddah, considerada a capital comercial do país e a mais rica do Médio Oriente e da Ásia Ocidental.

A OLI, reconhecida pela sua tecnologia patenteada, que torna os espaços de banho mais eficientes, forneceu autoclismos “OLI74 Plus”, placas de comando “Slim”, estruturas bidé e de sanita.

A OLI é o maior produtora de autoclismos da Europa do Sul, exporta 80% da produção para 70 países dos cinco continentes. Conta com 41 patentes ativas na Europa e está entre as três empresas em Portugal que mais patenteiam na Europa.

Em 2016, registou um volume de negócios na ordem dos 48,5 milhões de euros. Atualmente, a empresa integra 380 colaboradores em Portugal. A fábrica trabalha ininterruptamente 24 horas por dia, sete dias por semana, e tem uma produção semanal de 39 mil autoclismos e 159 mil mecanismos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
António Costa, primeiro-ministro português, em Bruxelas. EPA/CHRISTIAN HARTMANN / POOL

O que já se sabe que aí vem no Orçamento para 2020

A coordenadora da Frente Comum, Ana Avoila. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Os 0,3% que acabaram com a paz entre função pública e governo

Marcelo Rebelo de Sousa, Christine Lagarde e Mário Centeno. Fotografia: MIGUEL FIGUEIREDO LOPES/LUSA

Centeno responde a Marcelo com descida mais rápida da dívida

Outros conteúdos GMG
Edifício de luxo na Arábia Saudita escolhe inovação portuguesa