EDP alarga ainda mais presença no solar nos EUA

Portefólio da EDP aumenta diversificação tecnológica e alcançará 1,2 GW de capacidade solar build-out em 2022.

Quatro dias depois de anunciar a garantia de contrato num novo parque na Califórnia, a EDP volta a expandir a sua presença nos Estados Unidos. Desta vez, através de uma participação de 50% num portefólio de 278 MW, um investimento a rondar os 150 milhões de dólares, comunicou esta noite a elétrica portuguesa à CMVM.

"O portefólio, desenvolvido por First Solar Inc., tem início das operações esperado para os próximos meses e compreende três projetos, todos com contratos de aquisição de energia (CAE) de longo prazo assegurados", explica a companhia, cujo novo investimento ganha forma através da sua subsidiária EDP Renewables North America LLC (detida em 82,6%). "A EDP espera efetuar um investimento patrimonial de aproximadamente 150 milhões de dólares, líquido de financiamento tax equity, para a construção", acrescenta-se.

De acordo com a elétrica, esta transação impulsionará o crescimento e expandirá a presença da EDP no mercado de energia solar dos EUA, "sendo alavancada pelo conhecimento e experiência" da empresa. Considerando a atual base de parques solares e os 1,1 GW de novos projetos de energia solar já contratados, o portefólio da EDP aumentará assim a sua "diversificação tecnológica e alcançará 1,2 GW de capacidade solar build-out em 2022".

Americanos atentos ao poder dos chineses na EDP. Leia aqui

A companhia sublinha ainda que esta transação está em "linha com a estratégia da EDP, anunciada a 12 de março", para expandir a sua base solar e rodar ativos. A EDP tem atualmente assegurado cerca de "70% dos aproximadamente 7 GW de capacidade build-out eólica e solar prevista" para o período de 2019-2022.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de