EDP emite 750 milhões em dívida híbrida a 60 anos

António Mexia, presidente da EDP
António Mexia, presidente da EDP

A EDP emitiu hoje títulos de dívida híbrida em euros a 60 anos no valor de 750 milhões de euros, numa operação liderada pelo Deutsche Bank e pelo UBS, segundo a Bloomberg.

De acordo com a agência de informação financeira Bloomberg, que cita uma fonte próxima do processo mas que não se identificou, os títulos vencem em 2075 e foram emitidos a uma taxa de juro de 5,5%. A taxa de cupão é de 5,375%.

A operação, que já tinha sido noticiada na semana passada pela agência Bloomberg, ficou ontem fechada e contou com a organização do Deutsche Bank e UBS. Além dos dois líderes do sindicato bancário responsável pela emissão, a EDP mandatou ainda o BNPParibas, o JPMorgan, o HSBC, o Santander e o português BCP.

A última operação deste género, realizada pela EDP, aconteceu em 2010. E, segundo a agência Bloomberg, esta é a segunda colocação de obrigações da eléctrica desde que a agência de rating Moody”s devolveu o grau de investimento à dívida da empresa, elevando num patamar a notação em fevereiro, para “Baa3”.

No entanto, a EDP já tinha recorrido ao mercado em abril passado, altura em que colocou 750 milhões de euros em títulos de dívida com prazo a 10 anos, em que a procura foi quase quatro vezes superior à oferta. com Lusa

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Caixa Geral Depósitos CGD Juros depósitos

Caixa perdeu 1300 milhões com créditos de grandes devedores

Ursula von der Leyen foi o nome nomeado para presidir à Comissão Europeia. (REUTERS/Francois Lenoir)

Parlamento Europeu aprova Von der Leyen na presidência da Comissão

Christine Lagarde, diretora-geral demissionária do FMI. Fotografia: EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA

Christine Lagarde demite-se da liderança do FMI

Outros conteúdos GMG
EDP emite 750 milhões em dívida híbrida a 60 anos