EDP Renováveis garante contrato de energia de 20 anos no Brasil

Contrato de aquisição de energia serve para a venda de energia gerada pelos parques eólicos Monte Verde VI e Boqueirão I-II.

A EDP Renováveis garantiu um contrato de aquisição de energia (CAE) de 20 anos no Brasil. A empresa liderada por João Manso Neto garantiu um acordo para a venda de energia que vier a ser gerada pelos parques eólicos localizados no Estado brasileiro do Rio Grande do Norte e que vão começar a funcionar a partir de 2022, segundo comunicado divulgado esta segunda-feira junto da CMVM - Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

O acordo prevê a venda da energia gerada pelos parques eólicos Monte Verde VI e Boqueirão I-II. Estes projetos têm uma capacidade total de 126 MW.

"Com este novo contrato, a EDP reforça a sua presença num mercado com perfil de baixo risco, através do estabelecimento de contratos a longo prazo, com recursos renováveis atrativos e fortes perspetivas para o sector a médio e longo prazo", refere a dona da EDP Renováveis no mesmo comunicado.

A elétrica acrescenta que já tem 467 MW de tecnologia eólica em superfície instalada no país. Refere ainda que "tem atualmente mais de 1 GW de projetos de energia eólica em desenvolvimento, dos quais 0,2 GW têm início da operação previsto para 2021, 0,4 GW para 2022 e 0,5 GW até 2023, com todos os contratos de longo prazo assegurados".

A EDP conta atualmente com 3,3 GW contratados dos cerca de 7 GW de nova capacidade previstos no plano estratégico apresentado em março de 2019.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de