Energia

EDP terá 250 mil beneficiários de tarifa social este ano

EDP

Empresa estima ainda fechar o ano com lucros ligeiramente acima dos 900 milhões de euros e com um EBITDA acima de 3,6 mil milhões.

O presidente executivo da EDP, António Mexia, não quer que a empresa pague os custos da tarifa social, mas continua a concordar que ela deve existir e, por lei, tem de continuar a investir nela. É por isso que estima que o número de famílias a beneficiar deste apoio suba das atuais 116 mil para as 250 mil no final deste ano. E só na EDP. Haverá depois outros clientes noutras empresas do mercado livre.

“Se tudo correr como previsto, devemos atingir os 250 mil lares com tarifa social no final deste ano”, disse o gestor esta sexta-feira de manhã na conference call de apresentação das contas de 2015 com os analistas, acrescentando que atingir esta meta significa um custo estimado para a empresa de 12 milhões de euros.

Ao chegar a esta meta de 250 mil lares, a empresa fica mais próxima dos objetivos do anterior Governo de ter 550 mil famílias com tarifa social, mas está ainda longe do milhão de beneficiários que o atual Governo quer atingir.

A empresa estima ainda que os lucros de 2016 sejam de 900 milhões de euros “ou ligeiramente acima” e que o EBITDA fique também “ligeiramente acima dos 3,6 mil milhões de euros”, ou seja, abaixo do ano passado em que a elétrica atingiu lucros de 913 milhões de euros e um EBITDA de 3,9 mil milhões.

Ainda assim, Mexia está já a contar que 2016 seja um ano melhor que 2015 em termos de chuva, ou seja, que chova mais e permita que as barragens funcionem mais. Isto não aconteceu no ano passado, devido à situação de seca que afetou o país, e acabou por penalizar os lucros, tal como Mexia disse na quinta-feira na conferência de apresentação dos resultados.

A EDP vai ainda cortar o investimento em relação a 2015, passando de 1,7 mil milhões para 1,3 mil milhões de euros, o que se justifica com a redução do investimento em Portugal nas barragens, dado que a construção está praticamente concluída.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Foto: JOAO RELVAS / LUSA

Desemprego registado volta a crescer em agosto, supera 409 mil inscrições

ensino escola formação

Estes são os empregos e as competências mais procuradas em Portugal

Manuel Heitor, ministro do Ensino Superior.
(PAULO SPRANGER/Global Imagens)

Alunos vão pagar até 285 euros para ficar em hotéis e alojamento local

EDP terá 250 mil beneficiários de tarifa social este ano