Aeroportos

El Prat e Barajas. Espanha tem os aeroportos mais baratos da Europa

Aeroporto de Barajas, em Madrid
Aeroporto de Barajas, em Madrid

Governo espanhol forçou descida das taxas para captar mais tráfego e turismo para o país. Preços convidam transportadoras como nunca.

A descida de 2,2% nas taxas praticadas pela Aena, a gestora aeroportuária espanhola, foi suficiente para coroar os aeroportos de El Prat, em Barcelona, e Barajas, em Madrid, como os mais baratos da Europa.

A partir de 1 de março, uma companhia aérea europeia como a Ryanair, Vueling, Iberia ou easyJet pagará 3045 euros por aterrar um Boeing 737-400 com ocupação de 85% em Madrid; Se optar por Barcelona vai pagar 2861 euros em taxas.

Este valor praticamente iguala ao cobrado em Amesterdão onde são pedidos 3093 euros só para que seja feita uma escala, sem estacionamento, ou pernoita em estacionamento. Olhando para Gatwick, Londres, o valor sobe para 6210 euros por uma escala, em Paris são cobrados 4000 euros.

Os dados foram recolhidos pelo El Economista e surgem depois de a Aena, a congénere espanhola da portuguesa ANA, ter reduzido as taxas cobradas nos aeroportos como forma de aumentar o interesse das companhias aéreas.

A descida de 2,2% foi imposta pelo governo espanhol e vai prolongar-se durante cinco anos, até acumular menos 11% em 2021.

Em Portugal, as companhias de aviação têm sido confrontadas com vários aumentos desde a concessão da ANA à francesa Vinci. A última proposta de aumento foi travada pelo regulador da aviação.

A proposta feita em novembro, para vigorar em 2017, passava por um aumento de 22 cêntimos por passageiro no aeroporto de Lisboa, 15 cêntimos no aeroporto de Faro e, 11 cêntimos no Porto e 10 cêntimos nos Açores. As taxas para a Madeira e Beja ficavam inalteradas.

No global, seria feito um ajuste médio de 1,69%, que o regulador entendeu “não estarem reunidas as condições necessárias” para avançar.

Para já, a ANA “irá aplicar nos aeroportos da rede os quantitativos das taxas sujeitas a regulação económica aprovados e em vigor desde janeiro de 2016”. Entretanto, a gestora irá prestar mais informação até que seja pronunciada uma decisão definitiva.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
João Lousada no deserto de Omã como astronauta análogo, em 2018

João Lousada. Conheça o primeiro português a liderar a Estação Espacial

João Lousada no deserto de Omã como astronauta análogo, em 2018

João Lousada. Conheça o primeiro português a liderar a Estação Espacial

Fotografia: REUTERS/Henry Nicholls - RC122C9DD810

Cartas de Boris Johnson causam surpresa e perplexidade em Bruxelas

Outros conteúdos GMG
El Prat e Barajas. Espanha tem os aeroportos mais baratos da Europa