Turismo

Eleições da Turismo Porto e Norte Portugal decorrem hoje com lista única

Melchior Moreira, ex-presidente da Turismo Porto e Norte, está em prisão preventiva desde o final de 2018 no âmbito da operação Éter, uma investigação em curso da Polícia Judiciária sobre uma alegada viciação de procedimentos de contratação pública que culminou com a indiciação de cinco arguidos. (Fotografia: Catarina Vieira/ Global Imagens)
Melchior Moreira, ex-presidente da Turismo Porto e Norte, está em prisão preventiva desde o final de 2018 no âmbito da operação Éter, uma investigação em curso da Polícia Judiciária sobre uma alegada viciação de procedimentos de contratação pública que culminou com a indiciação de cinco arguidos. (Fotografia: Catarina Vieira/ Global Imagens)

A demissão em bloco a 5 de dezembro de quatro elementos da Turismo Porto e Norte obrigaram à convocação de eleições antecipadas

As eleições antecipadas da Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP) realizam-se esta sexta-feira, em Viana do Castelo, entre as 14 horas e as 18 horas, com uma única lista candidata, liderada por Luís Pedro Martins. As eleições decorrem apenas na sede da entidade regional de turismo, em Viana do Castelo.

A demissão em bloco a 5 de dezembro de três dos cinco elementos da Comissão Executiva da TPNP e do presidente da Mesa da Assembleia Geral, Eduardo Vítor Rodrigues, obrigaram à convocação de eleições antecipadas, às quais concorre apenas uma lista, encabeçada por Luís Pedro Martins, atual diretor executivo na Torre dos Clérigos.

Entre as 86 câmaras do Norte do país que podem ir a votos, nove municípios não estão incluídos no caderno eleitoral porque “estavam em falta com pagamento de quotas”. Das mais de 130 entidades privadas membros da TPNP, apenas 39 estão incluídas no caderno eleitoral.

No dia 4 de janeiro apareceram duas listas candidatas para as eleições da TPNP, mas ambas foram rejeitadas pelo presidente da Mesa da Assembleia da TPNP por “irregularidades”. A primeira lista candidata era liderada por Júlio Meirinhos, jurista e ex-presidente da Câmara de Miranda do Douro, e a segunda lista foi encabeçada por Luís Pedro Martins, atual diretor executivo da Torre dos Clérigos no Porto e licenciado em design pela Escola Superior de Artes e Design.

Leia também: Presidente da Turismo Porto e Norte de Portugal detido

Depois das duas listas candidatas terem sido rejeitadas, decorreu uma reunião entre os dois candidatos, que celebraram um acordo para haver uma única lista a concorrer, “em nome da coesão regional e da importância do setor do Turismo para a economia da região Norte”.

O presidente interino da TPNP é Jorge Magalhães, que substituiu Melchior Moreira, em prisão preventiva desde o final de 2018 no âmbito da operação Éter, uma investigação em curso da Polícia Judiciária sobre uma alegada viciação de procedimentos de contratação pública que culminou com a indiciação de cinco arguidos. Melchior Moreira, licenciado em Educação Física e com o curso do Magistério Público, tinha sido reeleito a 4 de junho de 2018, com 98,36% dos votos, um para um cargo que exercia desde 2008.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Emmanuel Macron, Pedro Sanchez, Angela Merkel, Donald Tusk, Jair Bolsonaro e Mauricio no G20 de Osaka, Japão, 29 de junho de 2019. Fotografia: REUTERS/Jorge Silva

Vírus da guerra comercial já contamina acordo entre Europa e Mercosul

Fotografia: Armando Babani/ EPA.

Sindicato do pessoal de voo lamenta “não atuação do Governo” na Ryanair

O presidente da China, Xi Jinping, fez uma visita de Estado a Portugal no final de 2018. Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens

Angola e China arrastam exportações portuguesas. Alemanha e Itália ainda não

Outros conteúdos GMG
Eleições da Turismo Porto e Norte Portugal decorrem hoje com lista única