Vodafone IA

Elvira Gonzalez. “Espanhóis são os mais otimistas com a IA”

Vodafone IA

A responsável de Insight, Comercial & Experience Vodafone Group Business deu a conhecer como a inteligência artificial é encarada nos vários países

Quais são os países mais e menos confiantes na transformação gerada pela inteligência artificial? Elvira González, Head of Insight, Comercial & Experience Vodafone Group Business, veio dá-los a conhecer a partir de um estudo realizado pela empresa. Ficamos então a saber que Espanha é o país mais otimista quanto à capacidade desta quarta revolução industrial se traduzir em novos e diferentes empregos. Os menos otimistas são os alemães.

Elvira González fez a primeira intervenção da manhã da Vodafone Business Conference – A Caminho do Futuro, falando sobre as alterações “cada vez mais rápidas” introduzidas pela tecnologia e que geram novas preocupações, designadamente em termos éticos e de confiança. E de acordo com o inquérito da Vodafone, 73% das empresas portuguesas assumem que manter a confiança dos seus clientes “é um prioridade”. A ética é outro dos temas essenciais, com 94% dos consumidores a dar real importância ao tema na atuação das empresas.

Quanto à inteligência artificial, em Portugal, 41% dos inquiridos acredita que esta transformação tecnológica em curso vai levar à criação de mais empregos, embora 76% defenda que irá, sim, gerar maior produtividade.

Mais importante, 57% das empresas inquiridas dizem que estão já a usar ou planeiam investir em processos de automatização do seu negócio. Mas há 33% que não tem quaisquer planos para o fazer.
A Vodafone, que apresentou já o primeiro live chatbot no setor das telecomunicações no Reino Unido, garante que o seu assistente digital vai “transformar a relação que tem com os seus clientes”.

Mas a inteligência artificial vai ou não por em risco os empregos? Segundo o estudo da Vodafone, 78% das empresas portuguesas acreditam que o aumento da automação vai gerar oportunidades para um melhor equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal dos seus funcionários e 39% dizem-se apostadas em atrair trabalhadores cada vez mais qualificados. E a Vodafone assume que pretende ser um parceiro de confiança no desenvolvimento de soluções de inteligência artificial, designadamente para os setores dos transportes, turismo e eventos, retalho e smart cities.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Combustíveis

Encher o depósito para ir de férias fica mais barato: combustíveis descem preços

Combustíveis

Encher o depósito para ir de férias fica mais barato: combustíveis descem preços

Foto: Paulo Spranger

Contadores inteligentes acabam com estimativas na conta da luz

Outros conteúdos GMG
Elvira Gonzalez. “Espanhóis são os mais otimistas com a IA”