Embraer apresenta novo avião militar com engenharia portuguesa

Estado sinalizou compra de seis KC-390. O avião é apresentado hoje em Alverca e conta com engenharia e peças portuguesas

Alverca recebe esta segunda-feira o KC-390, um avião de carga da brasileira Embraer, que conta com 450 mil horas de engenharia portuguesa. É o maior projeto aeronáutico feito alguma vez em Portugal, tendo mais de metade da estrutura assinatura lusa.

O desenvolvimento do produto esteve a cargo do centro de engenharia CEiiA, composta por 170 engenheiros portugueses. Para o KC-390, a equipa despendeu 450 mil horas de trabalho, desde a concepção do produto ao design e cálculos.

O grupo português desenhou 1600 peças que envolvem a fuselagem central do equipamento, o dorso do avião, os elevadores das asas, e uma parte do leme.

"Com este projeto foi possível construir uma equipa de engenharia portuguesa que tem capacidade para participar no desenvolvimento de qualquer projeto de engenharia aeronáutica, em qualquer parte do mundo", afirmou José Rui Felizardo, presidente executivo do CEiiA.

A apresentação do novo equipamento acontece esta segunda-feira em Alverca e contará com a presença de António Costa, primeiro-ministro.

O Estado português já sinalizou a compra de seis aviões KC-390 da Embraer para substituírem os atuais C-130 da Força Aérea, que têm uma vida útil até 10 anos. Há ainda outros 30 países interessados e que assinaram uma intenção de compra destes equipamentos.

O KC-390 é um avião que poderá ser usado para o transporte e lançamento de cargas e tropas, reabastecimento aéreo, busca e resgate e combate a incêndios florestais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de