Emirates já transportou 298 mil passageiros na rota Lisboa-Dubai

A um mês de completar os dois anos de rota Dubai-Lisboa, a Emirates já transportou 298 mil passageiros. A maior parte dos clientes são provenientes do Médio Oriente, mas também há muitos portugueses que vão para o Dubai, China ou Japão, lembrou David Quito, diretor da Emirates em Lisboa.

De acordo com os números avançados no II Fórum Económico Portugal-Países Árabes, a companhia "não para de crescer". E só entre janeiro e abril deste ano, já utilizaram a rota com partida e chegada de Lisboa 61 mil passageiros.

Os portugueses a trabalhar nesta companhia também já são 500, como o Dinheiro Vivo já tinha avançado, mais 100 do que há um ano. Mas ao todo, e provenientes de 120 países do mundo, são bem mais: "contamos com 48 mil colaboradores, mais 9000 do que em 2013".

A falar perante empresários do Médio Oriente, que estão em Lisboa para conhecer hipóteses de investimento, o responsável pela companhia aérea aproveitou para 'vender' a sua companhia como alternativa para estas viagens: a frota de aviões da Emirates "tem uma idade média de 6,5 anos" e "somos os maior operador do Boeing 777 e Airbus 380". Além disso, "contamos com 220 aviões, e estamos a receber o dobro por mês" face há um ano, garantiu esta manhã David Quito.

E as encomendas também falam por si: estão 372 aviões pedidos para fazer o reforço das operações desta companhia aérea que transporta 45 milhões de passageiros anuais, mais 14% do que no ano passado, e que voa já para 142 destinos, mais nove do que há um ano.

Mas também haverá novidades em breve, com novas rotas para Sialkot, Kabul, Bruxelas, Taipe, Abuja e Kano, Boston ou Kiev, Chicago e Oslo, referiu o rosto das operações da Emirates em Lisboa.

A rota de Lisboa, que tem paragem única no Dubai, também se distingue pelo transporte de carga, lembrou. "Já transportamos 6,1 milhões de carga de Lisboa para 140 destinos. Somos já a segunda maior companhia de carga em Lisboa", referiu David Quito, que até deu um exemplo: "Lisboa atua como hub de transporte para a Inditex em Espanha".

A poucos dias de iniciar o Mundial do Brasil, Quito lembrou também que "somos o main sponsor do campeonato do mundo de futebol".

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de