ERSE

Endesa é a mais barata na hora de pagar a luz e o gás

Foto: DR
Foto: DR

A Endesa praticou a oferta tarifária anual mais baixa, para todos os agregados familiares em análise, comparativamente com outras ofertas no mercado.

Os clientes da Endesa pagaram menos de gás e eletricidade no primeiro trimestre deste ano, de acordo com a análise divulgada esta segunda-feira, 23, pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

De acordo com o boletim, a oferta da Endesa, para um casal sem filhos, apresenta o valor de 329 euros por ano, no mercado liberalizado de eletricidade, menos 69 euros do que a oferta mais cara. Também na tarifa transitória simples a oferta da operadora energética foi mais barata 43 euros e, os preços praticados para a opção bi-horária pesaram menos 29 euros na carteira de quem escolheu esta modalidade.

Na oferta de eletricidade e gás natural as tarifas também são as mais baixas, com um valor de 329 euros por ano, ou seja, menos 59 euros que a proposta mais cara.

No caso dos casais com dois filhos, a fatura de eletricidade pode pesar menos 153 euros por ano se a escolha for a Endesa, que tem uma oferta de 822 euros anuais. Para o mesmo agregado familiar, cuja fatura corresponda a eletricidade e gás natural, o valor anual é o mesmo, ou seja, menos 137 euros por ano.

Também um agregado familiar composto por um casal com quatro filhos pode meter ao bolso 311 euros ao fim de 12 meses, que é a diferença entre a oferta da Endesa, de 1765 euros anuais, e a proposta mais cara no mercado, para uma contratação de eletricidade. Na oferta comercial dual, de gás e eletricidade, esta família pode poupar 293 euros por ano, se optar pela Endesa e não pelo fornecedor mais dispendioso.

O número de ofertas comerciais no âmbito da energia tem vindo a aumentar, de acordo com a análise da ERSE, e, no 1º trimestre deste ano estavam disponíveis 143 opções para um casal sem filhos, 145 para um casal com 2 filhos e 146 para os casais com 4 filhos.

No início do ano a Endesa anunciou que iria manter os preços da eletricidade, alegando que as suas tarifas já são competitivas.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
António Costa, primeiro-ministro português, em Bruxelas. EPA/CHRISTIAN HARTMANN / POOL

O que já se sabe que aí vem no Orçamento para 2020

A coordenadora da Frente Comum, Ana Avoila. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Os 0,3% que acabaram com a paz entre função pública e governo

Marcelo Rebelo de Sousa, Christine Lagarde e Mário Centeno. Fotografia: MIGUEL FIGUEIREDO LOPES/LUSA

Centeno responde a Marcelo com descida mais rápida da dívida

Outros conteúdos GMG
Endesa é a mais barata na hora de pagar a luz e o gás