recrutamento

Engel & Völkers está a recrutar 100 consultores imobiliários para Lisboa

Engel & Völkers

A empresa está a contratar cem consultores imobiliários para o centro de negócios de Lisboa, cuja abertura está prevista para 2019.

A multinacional alemã Engel & Völkers, especializada na mediação de imóveis de luxo, agendou uma ação de recrutamento para esta quinta-feira, pelas 18:30, no hotel Doubletree by Hilton Fontana Park, em Lisboa. A empresa procura cem consultores imobiliários para integrarem o Market Center (MC) de Lisboa, cuja abertura está prevista para 2019.

Em comunicado, a Engel & Völkers indica que já recebeu perto de três centenas de inscrições para o evento.

No MC de Lisboa, a atividade desenvolver-se-á junto das 24 freguesias de Lisboa. Serão ainda criados 15 postos de trabalho para dar apoio aos consultores imobiliários.

Em julho, o diretor-geral da Engel & Völkers para Espanha, Portugal e Andorra, Juan-Galo Macià, anunciou o investimento de 1,3 milhões de euros na criação do centro de negócios em Lisboa.

“Este novo modelo muda as regras da relação atual entre as grandes redes de mediação imobiliária e os seus consultores imobiliários. Assim, neste centro de negócios a cobertura de zonas é distribuída geograficamente aos consultores imobiliários, em exclusividade, e toda a carteira de imóveis está disponível para venda”, refere a agência.

A Engel & Völkers, fundada em 1977, está presente em Portugal desde 2006, através dos seus franchisados. Conta, atualmente, com agências em Albufeira, Cascais, Comporta, Estoril, Lisboa, Sintra, Lagos, Vilamoura, Portimão, Quinta do Lago, Vila Nova de Gaia e Porto.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

LUÍS FORRA/LUSA

Dia 7. Patrões e motoristas divididos por 50 euros

Motoristas em greve junto à saída da sede da Companhia Logística de Combustíveis (CLC), em Aveiras de Cima, durante a greve por tempo indeterminado dos motoristas de matérias perigosas e de mercadorias, Azambuja, 16 de agosto de 2019. Portugal está, desde sábado e até às 23:59 de 21 de agosto, em situação de crise energética, decretada pelo Governo devido a esta paralisação, o que permitiu a constituição de uma Rede de Emergência de Postos de Abastecimento (REPA), com 54 postos prioritários e 320 de acesso público. TIAGO PETINGA/LUSA

Greve dos motoristas: atenções voltadas para plenário de trabalhadores

Outros conteúdos GMG
Engel & Völkers está a recrutar 100 consultores imobiliários para Lisboa