Congresso

Engenheiros celebram a engenharia e premeiam projetos

Ordem dos Engenheiros da Região Norte avalia as propostas a concurso. Fotografia: D.R.
Ordem dos Engenheiros da Região Norte avalia as propostas a concurso. Fotografia: D.R.

Engenheiros, estagiários e estudantes vão debater e celebrar a Engenharia, num encontro promovido pela Ordem.

O primeiro encontro ENGENHO2017, organizado pela Ordem dos Engenheiros – Região Norte (OERN), para debater e celebrar a engenharia com engenheiros, estudantes e todos aqueles que gostam de engenharia, terá lugar no próximo dia 30 de setembro, no Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões.

Enquadrado neste evento a OERN lançou uma competição, Think like and Engineer”, para todos os estudantes e profissionais de Engenharia (as equipas podem ter elementos de outras áreas) para encontrar uma solução viável para um problema que afete as pessoas na região Norte de Portugal.

O objetivo é “estimular a criatividade e a audácia dos Engenheiros do séc. XXI”, e “identifica um problema que afete um grupo alargado de pessoas, na região Norte de Portugal, e apresenta uma solução viável do ponto de vista da Engenharia e economicamente sustentável”, é o desafio.

Este desafio é promovido sob a forma de uma competição que decorreu entre 20 e 27 de setembro. E foram aceites a competição equipas pluridisciplinares de dois a quatro elementos, desde que pelo menos um dos elementos seja estudante de engenharia ou Engenheiro.

A Ordem recebeu 27 projetos, “na área da mobilidade, recursos hídricos e construção, que agora estão a ser avaliados pelos colégios de especialidade, para encontrar a proposta vencedora, que será anunciada no dia 30 de setembro, e receberá um prémio de 500 euros”, adiantou a OERN.

Acrescentou ainda que “a maioria das equipas a concurso são pluridisciplinares, com elementos da arquitetura, medicina, um mix maior que o que se estava à espera, e são na maioria do Porto e Minho”.

Este é “o concurso zero, e dada a adesão a OERN está a pensar organizar novos concursos, mas a uma escala maior e com mais tempo para a apresentação de projetos e prémio mais avultados. O próximo será já em 2018”, garantiu.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Franceses, britânicos e italianos foram os que mais pediram o estatuto de residente não habitual. Fotografia: D.R.

Residentes não habituais aumentaram 83% no último ano e meio

O turismo está a impulsionar o investimento hoteleiro no país. Fotografia: D.R.

Vão abrir portas mais 44 hotéis em 2019

António Pires de Lima

Nova plataforma quer colocar gestores experientes ao serviço das empresas

Outros conteúdos GMG
Engenheiros celebram a engenharia e premeiam projetos