Eni já fez mais de 2,6 mil milhões com venda de ações da Galp

Desde que assinou o acordo com a Amorim Energia, em 2012, para vender toda a sua participação na Galp que a Eni já fez mais de 2,6 mil milhões de euros. É quase três vezes mais que os 964 milhões que pagaram pelos 33,34% do

capital da Galp a 17 de janeiro de 2000, e uma mais

valia de, pelo menos, 1,7 mil milhões.

É que, neste montante estão apenas incluídas as vendas das parcelas de

5% à Amorim (por 590 milhões); de 10,7% a investidores institucionais (4% por 381 milhões e mais 6,7% por 677,6 milhões) e ainda dos 8% em

obrigações convertíveis em ações (por 1028 milhões).

Falta ainda juntar os 1,3% e os 0,34%

vendidos em bolsa em 2013 e já no início de 2014, cujo encaixe não é

conhecido, e ainda o montante que será feito com a venda destes 7%.

O valor da venda destes 7% só será conhecido esta sexta-feira, data em que a Eni prevê fechar a operação, mas assumindo que os

títulos da Galp fecharam ontem a valer 12,48 euros e que este tipo de

operações tem sempre um desconto, o encaixe deverá rondar os 700

milhões.

No total, a Eni já vendeu 25,34% dos 33,34% que comprou na Galp, restando-lhe 1% e mais os 8% convertíveis em ações que vencem a 30 de novembro de 2015. Nessa data, os investidores institucionais (fundos e afins) que compraram podem decidir que não querem ficar com as obrigações e transformá-las em ações e então a Eni terá de devolver os mais de mil milhões de euros que encaixou. Até porque, na altura, os títulos foram vendidos a 15 euros e ontem fecharam a 12,48 euros.

Esta solução não será a mais desejada para a Eni. É que, além de quererem cumprir o acordo com a Galp - não só já venderam a maioria

do capital como já sairam da administração -, a Eni estáa vender ativos

não core. O objetivo é encaixar dinheiro para outros projetos, como a

exploração de gás natural em Moçambique, onde a Galp é sua parceira

comercial. Aliás, as duas empresas sãoigualemente parceiras na

exploração de petróleo em Angola.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de