Telecomunicações

Ericsson regista perdas no primeiro trimestre devido à reestruturação da empresa

Ericsson

A empresa Ericsson, fabricante sueco de equipamentos de telecomunicações, anunciou esta quinta-feira que as perdas interanuais foram de 76%, devido ao investimento na reestruturação da empresa.

O presidente da Ericsson, Borge Ekolm, destaca no relatório sobre os resultados trimestrais o esforço da empresa no investimento na tecnologia 5G, “o próximo passo dos telefones móveis”.

O relatório refere-se também à conclusão do programa de cortes com pessoal, num total de 20.500 postos de trabalho desde 2017.

“Foram medidas duras, mas necessárias para assegurar a competitividade”, indica o presidente da empresa sueca.

Ekholm acrescenta que a Ericsson prevê cumprir uma estratégia de negócio no sentido de alcançar em 2020 uma “margem operacional de pelo menos 10%”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
16. Empregados de mesa

Oferta de emprego em alta no verão segura aumento de salários

Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (Fotografia: José Coelho/ Lusa)

Marcelo aprova compra do SIRESP. Governo fica com “acrescidas responsabilidades”

draghi bce bancos juros taxas

BCE volta a Sintra para o último Fórum com Draghi na liderança

Outros conteúdos GMG
Ericsson regista perdas no primeiro trimestre devido à reestruturação da empresa