Telecomunicações

Espanhola Telefónica lança a sua própria Netflix

A Telefónica está de saída do mercado britânico de telecomunicações.
A Telefónica está de saída do mercado britânico de telecomunicações.

Junho é a data de lançamento do serviço de streaming de vídeo que ainda não tem nome. Operadora entra assim no campo da Netflix e da HBO Go

A Telefónica vai lançar em junho uma plataforma de televisão em streaming, não havendo necessidade de ser cliente Movistar para aceder à futura Netflix da operadora de telecomunicações espanhola.

O serviço terá um custo de 8 euros, podendo ser acedido em todos os dispositivos, dando acesso aos canais próprios do seu serviço de televisão paga, os canais de séries, bem como a um catálogo com cerca de 600 títulos de séries e filmes.

À semelhança de outros serviços de streaming, como a Netflix ou a HBO Go, qualquer subscritor com um serviço de internet poderá aceder a esta OTT (over the top). Trata-se de um movimento importante para a companhia na medida em que o gigante espanhol de telecomunicações vai vender pela primeira vez o seu serviço de televisão de forma individual, sem exigir a contratação de um pacote adicional de serviços. É na venda de pacotes de serviços convergentes (televisão, internet e telefone) que ainda assenta grande parte das receitas dos operadores de telecomunicações.

Emilio Gayo, presidente da Telefónica Espanha, não receia que com esta entrada direta no campo da Netflix e de outros serviços de streaming em OTT tenha um impacto negativo no negócio de pacotes convergentes de serviços. Pelo contrário, espera que o mesma atraia clientes para os conteúdos Movistar, aumentando a “relação com a Movistar, contratando pacotes com mais conteúdos e serviços”, disse citado pelo El País.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Assembleia da República. Fotografia: António Cotrim/Lusa

Gestores elegem medidas para o novo governo

Entrevista DV/TSF com secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.
Fotografia: PAULO SPRANGER/Global Imagens)

Ana M. Godinho: “É preciso um compromisso de valorização e subida de salários”

TVI

Cofina avança com OPA sobre 100% da Media Capital por 255 milhões

Outros conteúdos GMG
Espanhola Telefónica lança a sua própria Netflix