media

Estará a HBO Europa à venda? Financial Times avança que sim

HBO Portugal

A publicação indica que a venda estará já a ser discutida desde novembro e apresenta a cadeia Sky, da Comcast, como possível comprador.

A AT&T poderá estar a pensar vender o braço europeu da HBO, para colmatar uma dívida de 170 mil milhões de dólares (150,74 mil milhões de euros, à taxa de conversão atual), avança esta manhã o Financial Times, citando várias fontes próximas à empresa. O jornal indica que a alegada venda estará já a ser discutida desde novembro do ano passado e que a decisão só ainda não veio a público para não afetar o negócio. A cadeia Sky, da Comcast, é apresentada como um possível comprador, uma vez que a rede já é a distribuidora dos conteúdos HBO no Reino Unido, Alemanha e Itália.

A AT&T adquiriu a HBO após a compra da Time Warner, por 80 mil milhões de dólares, numa operação que ficou concluída no final do ano passado e que foi contestada em tribunal pela administração norte-americana devido a potenciais infrações à lei da concorrência. O tribunal acabou por dar razão à gigante das telecomunicações.

Depois desta aquisição, a AT&T afirmou estar a avaliar o seu portfolio, para identificar bens não estratégicos que pudessem ser vendidos ao longo de 2019, de forma a diminuir em cerca de 20 milhões de dólares a sua dívida, que chegou a atingir os 183 mil milhões de dólares após a compra da Time Warner. Na altura, estaria a ser ponderada a venda do serviço de streaming Hulu.

A HBO Europa tem cerca de 200 empregados e mais de 10 milhões de utilizadores europeus. Em fevereiro entrou no mercado português, em parceria com a Vodafone, para concorrer com a Netflix, a Amazon Prime, e ainda com serviços como o NPlay da NOS ou o Fox Play da Fox.

 

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno (D), durante o debate parlamentar de discussão na generalidade do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020), esta tarde na Assembleia da República, em Lisboa, 09 de janeiro de 2020. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Subida do PIB em 2019 chega aos 2,2% com revisão nas exportações de serviços

O CEO do Novo Banco, Antonio Ramalho. (TIAGO PETINGA/LUSA)

Novo Banco com prejuízos de mais de 1.058 milhões de euros

O ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno (E), ladeado pelo presidente da Comissão de Orçamento e Finanças, Filipe Neto Brandão (D) na audição na Comissão de Orçamento e Finanças. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Orçamento do Estado quase pronto para seguir para Belém

Estará a HBO Europa à venda? Financial Times avança que sim